Fórmula E planeja retorno com rodada sêxtupla e corridas em dias de semana

Com seis corridas ao longo de oito dias no Aeroporto de Tempelhof, em Berlim, Fórmula E quer retomar temporada em agosto após parada de 5 meses

A Fórmula E planeja retornar às pistas na primeira quinzena de agosto após uma paralisação que dura desde março por conta da pandemia do novo coronavírus. Mas a maior notícia relacionada à categoria dos bólidos elétricos é que existe a intenção de realizar essas corridas em dias de semana no Aeroporto de Tempelhof, em Berlim.

Na verdade, o plano da Fórmula E contempla realizar a incrível quantidade de seis corridas em oito dias, espalhadas por três configurações diferentes estabelecidas na antiga pista de pouso do Tempelhof. As informações são do site inglês ‘The Race’.

O campeonato 2019/20 contou com cinco corridas espalhadas por quatro eventos e, para que seja possível chancelar a temporada na FIA, a Fórmula E precisa de ao menos mais seis corridas espalhadas por quatro eventos. Se correr em três configurações diferentes do circuito de Berlim, chegará ao número necessário de corridas e ficará devendo somente um evento.

Onde seria o evento faltante? A Fórmula E conversa atualmente dom a empresa JSM, promotora do eP de Seul, sobre encerrar a temporada na capital da Coreia do Sul.

De volta ao Tempelhof, o desejo da Fórmula E é realizar apenas um shakedown na terça-feira, 4 de agosto, antes de montar uma rodada dupla nos dias 5 e 6, portanto quarta e quinta-feira. Na sequência, descanso na sexta-feira para uma corrida no sábado e outra no domingo, dias 8 e 9. Dois dias de descanso para, na quarta e quinta-feira seguintes, dias 12 e 13, as duas últimas corridas.

Os trabalhos para transformar o Tempelhof na pista multifacetada pronta para receber corridas diversas tendem a levar um mês, com a FE recebendo a estrutura em julho com algum tempo para preparar. Normalmente, duraria menos, mas as medidas de distanciamento social tornam a situação um pouco mais demorada.

As datas não estão confirmadas, mas serão discutidas na próxima sexta-feira, dia 12 de junho, durante reunião do Conselho Mundial de Automobilismo, da FIA. Com a F1 ocupando quase todos os fins de semana de julho e agosto – e a expectativa é que a MotoGP faça algo semelhante -, além de outras categorias, a semana de correria da Fórmula E é também uma medida para minimizar os muitos conflitos de data pelo caminho.

De acordo com legislação estabelecida pelo governo alemão, o evento poderá contar com somente 1.000 pessoas envolvidas no circuito. É a lei para todos os eventos esportivos na Alemanha ao menos até o fim de agosto.

Com relação à presença da imprensa, apenas a transmissão oficial de TV estará no local.

https://open.spotify.com/episode/0Qu3PNOvRwuPiQC4hoq4eW?t=0

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube