Günther lidera último teste e Buemi vence corrida simulada em Valência

Confirmando o bom começo da BMW, Maximilian Günther ficou com o tempo mais rápido da semana, superando a marca anotada por Pascal Wehrlein na manhã. A corrida simulada foi movimentada, e terminou com vitória de Sébastien Buemi

Novo piloto da BMW, Maximilian Günther fechou a semana de testes coletivos da Fórmula E, em Valência, com a liderança. Ele anotou 1min15s087, superando a marca que Pascal Wehrlein anotou na manhã.
 
A sessão teve quatro bandeiras vermelhas. Acidentes de Brendon Hartley, Stoffel Vandoorne, Nico Müller e o próprio Maximilian Günther interromperam a sessão. Mitch Evans ficou com a segunda colocação na atividade da tarde, mas com o tempo da manhã, Wehrlein foi o segundo no geral.
 
A segunda simulação de corrida terminou com vitória de Sébastien Buemi, da Nissan, que derrotou André Lotterer, da Porsche, por 1s698.
Maximilian Günther (Foto: BMW)
A sessão teve 30 voltas. António Félix da Costa ultrapassou Lotterer na largada, e perdeu a ponta após nove giros para Felipe Massa. Após um breve momento de bandeira amarela para testes, o veterano brasileiro perdeu a posição para Robin Frijns e Sam Bird, a dupla da Virgin.
 
Os dois pilotos abandonaram após mais um período de bandeira amarela. Oliver Rowland assumiu a liderança de novo, até Massa tentar ultrapassagem em uma chicane, bater no muro e trazer a última amarela.
 
André Lotterer, Daniel Abt e Edoardo Mortara brigavam pela liderança, até Buemi crescer bastante e assumir a ponta na penúltima volta. Lotterer fechou em segundo, com Mortara em terceiro.
 
A abertura da temporada da Fórmula E acontece nos dias 22 e 23 de novembro, em Ad Diriyah, na Arábia Saudita.
Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube