Jimenez bate Evans e vence eP do México do eTrophy; Aoki vai ao pódio

O brasileiro travou empolgada batalha com o neozelandês. Após algumas trocas de posições, ficou com a vitória e disparou na liderança da categoria. Estreante, o japonês paraplégico completa o pódio do dia

Sergio Jimenez conseguiu mais uma vitória no Jaguar iPace eTrophy. Neste sábado (15), o brasileiro conseguiu ditar o ritmo da prova, segurar ameaças e cruzar a linha de chegada em primeiro.
 
O #10 largou da pole-position. Assim que a saída foi autorizada, teve de segurar a tentativa de avanço de Simon Evans. Fazendo um traçado defensivo, conseguiu deixar o principal adversário do momento para trás.
 
Um acidente ainda marcou a parte do meio da corrida. Bal Hejaila bateu no muro de proteção da reta principal, obrigando a entrada do safety-car. A relargada aconteceu cerca de oito minutos mais tarde.
 
A partir de então, Jimenez e Evans travaram um animado embate pela vitória da corrida. Perto da bandeira quadriculada, começaram a trocar posições, com o neozelandês tomando a ponta, mas recebendo o troco do brasileiro.
 
Então, segurando o adversário, Jimenez conseguiu a segunda vitória da temporada do Jaguar eTrophy. Evans foi o segundo colocado, com Mario Dominguéz fechando o top-3. Entretanto, Takuma Aoki, que fechou em quinto, é quem sobe no pódio da categoria.
 
O estreante Adalberto Baptista terminou a corrida no sexto lugar, com Cacá Bueno cruzando a linha de chegada em sétimo.
Sérgio Jimenez (Foto: Nick Dungan/Jaguar Brasil)

Saiba como foi a corrida: 
 

Assim que a largada foi autorizada, Jimenez teve de segurar a investida de Evans, que tentou um avanço por fora. Dos cinco primeiros colocados, todos conseguiram manter as posições após a saída.
 
Mais para trás, Adalberto Baptista conseguiu ganhar uma posição, pulando para sétimo. Entretanto, depois acabou levando o troco e foi jogado novamente para o oitavo posto.
 
Outro piloto que também estava chamando a atenção no eP da Cidade do México era Takuma Aoki. O japonês paraplégico, estreando na etapa, largou de último, mas logo conseguiu subir duas posições no pelotão.
 
Com 22 minutos para o final da corrida, um acidente marcou a prova. Bal Hejaila e Cheng entraram na reta principal brigando por posições, mas acabaram se tocando. Com isso, o #34 bateu no muro de proteção, obrigando a saída do safety-car.
 
Enquanto o carro de segurança estava na pista, alguns pilotos aproveitaram para passar pelos boxes. Alice Powell, que acabou rodando sozinha, Cabrera e Cheng deram um pulo nas garagens. Pouco depois, o #8 não conseguiu retomar a disputa.
 
Depois de oito minutos, a corrida foi reiniciada Jimenez, Evans e Cacá Bueno conseguiram pegar o modo ataque. Com isso, a ponta pela primeira colocação começou a se animar, com Simon atacando Sergio, mas precisando se defender do #0.
 
Com pouco mais de nove minutos para a bandeira quadriculada, Bueno foi obrigado a ir aos boxes. O motivo era que o titular da Jaguar Brazil tinha um furo no pneu traseiro esquerdo. O brasileiro retornou para a prova em sétimo.
 
Perto do fim, Aoki conseguiu dar o bote certeiro em cima de Adalberto para assumir a quinta colocação. Depois, o #18 precisou se defender de Alice, conseguindo manter a adversária atrás.
 
Os pneus mostravam não estar aguentando a disputa do Jaguar eTrophy. Com cerca de três voltas para a bandeira quadriculada, foi a vez de Powell ter um furo na borracha esquerda traseira, precisando passar pelos boxes. 
 
Enquanto isso, na ponta do pelotão, Evans começava a ameaçar a liderança de Jimenez. O neozelandês pegou o modo ataque e se aproximou do brasileiro, que tentava fechar a porta para o adversário. Pouco depois, Simon tomou a ponta.
 
Agora era a vez de Jimenez tentar dar o troco em cima de Evans. O brasileiro pegou o modo ataque e se aproximou de forma ameaçadora do rival, até que conseguiu reassumir o primeiro posto.
 
No final, Jimenez soube se segurar na primeira colocação, impedir os avanços do adversário e terminar em primeiro. Evans foi o segundo, com Dominguéz terminando em terceiro, mas Aoki, o quinto, subindo ao pódio.
 

Paddockast #48
MELHORES PILOTOS BRASILEIROS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar