Lola anuncia renovação com Fórmula E para Era Gen4 e garante permanência até 2030

Antes mesmo de estrear na Fórmula E, a Lola anunciou a permanência como fornecedora até o fim da Era Gen4, em 2030. Yamaha, porém, não confirmou se parceria será mantida até lá

Preparando-se para entrar na Fórmula E como fornecedora de trens de força a partir do ano que vem em parceria com a Yamaha, a Lola confirmou nesta segunda-feira (3) que vai estender o compromisso com a categoria até o fim da Era Gen4, prevista para começar na temporada 2026/27. Assim, a tradicional montadora vai ficar na modalidade de monopostos elétricos até pelo menos 2030.

A continuidade da Yamaha até o fim da Era Gen4, porém, ainda é uma incógnita, já que a confirmação da permanência veio apenas por meio da Lola. Vale destacar, ainda, que a empresa já tem acordo para ser fornecedora de motores da ABT Cupra a partir de 2025, primeiro ano do Gen3Evo — que vai ser utilizado por duas temporadas.

“Estamos animados por confirmar nosso comprometimento com o Gen4”, disse Mark Preston, diretor de automobilismo da Lola. “A Fórmula E é uma plataforma ideal para o desenvolvimento de trens de força e softwares, algo que podemos usar em vastas aplicações no universo automotivo e no esporte a motor”, pontuou.

“Sentimos que a oportunidade de inovação nessa categoria irá apenas aumentar conforme o crescimento de performance dos carros e da tecnologia. Isso aumenta a possibilidade de desenvolvimento de tecnologias inovadoras no esporte a motor global e no transporte disso para o espaço de emissão zero”, completou.

Sem equipe própria, Lola vai entrar como fornecedora na Fórmula E em 2025 (Foto: Reprodução)

Os primeiros testes do trem de força Lola-Yamaha, já no carro Gen3Evo, estão programados para o mês de junho. Agora como diretor de automobilismo da montadora inglesa, Preston vai retornar à Fórmula E pela primeira vez desde que a Techeetah, da qual era chefe de equipe, deixou a categoria. Durante sua estadia, Mark venceu três Mundiais de Pilotos, dois com Jean-Éric Vergne e um com António Félix da Costa.

“Com o histórico retorno ao automobilismo de alto nível da Lola no ano que vem, estamos realizados que a marca também esteja se comprometendo com a Era Gen4, se mantendo no grid até pelo menos 2030”, disse Jeff Dodds, CEO da Fórmula E. “Sua confiança em nossa categoria, por meio do investimento em eletrificação e inovação, é um testamento de nossa habilidade de atrair os principais nomes do esporte”, destacou.

A Lola é a quarta fabricante a se comprometer com a Era Gen4 da Fórmula E. A Nissan foi a primeira a confirmar a permanência, com anúncio em março, enquanto a Jaguar anunciou a renovação em abril. Em maio, foi a vez da Porsche. Stellantis, Mahindra e ERT ainda não oficializaram os planos para o futuro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Formula E direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.