Mahindra apresenta M7Electro e confirma Lynn ao lado de Sims na Fórmula E em 2021

A equipe indiana vai contar com uma dupla britânica de pilotos para a sétima temporada na categoria dos carros elétricos. Alex Lynn vai se unir ao xará Alexander Sims para o novo ciclo da Mahindra na Fórmula E

Às vésperas do início dos testes de pré-temporada da Fórmula E, a partir deste sábado, em Valência, a Mahindra apresentou seu novo carro e também confirmou uma dupla totalmente nova — e britânica — de pilotos para a temporada 2021 da categoria dos carros elétricos. Ao lançar o M7Electro, carro com o qual vai partir para o sétimo ciclo no campeonato, a equipe indiana, chefiada pelo carismático Dilbagh Gill, confirmou nesta quarta-feira que Alex Lynn vai formar dupla ao lado de Alexander Sims, este já anunciado meses atrás pela marca.

A confirmação de Lynn, britânico de 27 anos e campeão da antiga GP3 em 2014, não chega a ser uma surpresa, já que o piloto disputou a rodada sêxtupla de Berlim, no desfecho da temporada 2019/20 da Fórmula E, em substituição a Pascal Wehrlein, que deixou a Mahindra no meio do campeonato para assinar contrato com a Porsche. Alex, que já correu também pela Virgin e pela Jaguar, alcançou o quinto lugar como seu melhor resultado na categoria, justamente correndo pela Mahindra neste ano.

FÓRMULA E; MAHINDRA; M7ELECTRO;
A Mahindra apresentou nesta quarta-feira o M7Electro, carro com o qual vai disputar a sétima temporada da Fórmula E (Foto: Mahindra Racing)

“Estou incrivelmente animado por estar de volta para a temporada 7 do Mundial de Fórmula E e por fazer parte da Mahindra. Tive a chance de pilotar o M7Electro em vários dias de testes e estamos todos muito orgulhosos do que criamos”, disse Lynn.

“Não conheceremos totalmente a nossa competitividade até que as luzes se apaguem em Santiago, mas estamos aqui para lutar de forma consistente por vitórias e pódios. É para isso que a equipe está competindo e eu também. Estou extremamente animado e focado em entregar os resultados que esta equipe trabalhadora merece”, complementou.

A Mahindra confirmou também que Nick Heidfeld, piloto com passagem pela Fórmula 1, segue sendo parte da equipe indiana, o que acontece desde 2015, com o alemão a exercer a função de piloto de testes, reserva e conselheiro.

ALEX LYNN; MAHINDRA; MAHINDRA RACING; FÓRMULA E;
Alex Lynn está confirmado como piloto da Mahindra na Fórmula E (Foto: Mahindra Racing)

Dilbagh Gill ressaltou a mudança que dá ainda mais peso à Fórmula E, que agora passa a ser reconhecida como campeonato mundial pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

“Este é um momento incrivelmente empolgante para a Mahindra Racing. Estamos entrando no sétimo ano do campeonato (e da equipe!). Na Fórmula E, o primeiro ano como campeonato mundial. A Fórmula E está cada vez mais forte ao longo deste tempo e estamos extremamente orgulhosos por fazer parte desta jornada desde o começo. Estou muito feliz por ver a família Mahindra Racing crescer nesta temporada”, comentou.

“A equipe está trabalhando duro para desenvolver o M7Electro e, com uma forte dupla de pilotos com Alexander Sims e Alex Lynn, estou confiante de que voltaremos a garantir pódios nesta temporada”, acrescentou o dirigente.

Sims, que nas últimas temporadas defendeu a BMW, ressaltou o processo de adaptação à equipe indiana.

ALEXANDER SIMS; FÓRMULA E; MAHINDRA;
Alexander Sims vai formar dupla com Alex Lynn para a temporada 2020 da Fórmula E pela Mahindra (Foto: Mahindra Racing)

“Passei os últimos meses me unindo à Mahindra, conhecendo a todos e aprendendo como tudo funciona, o que tem sido ótimo. Fizemos muitos testes de simulador, o que foi extremamente útil, mas é o teste de pista que fizemos que foi inestimável, e tudo correu bem. Até chegarmos aos testes em Valência, não saberemos onde estamos em termos de competitividade, mas a impressão inicial parece boa e estamos trabalhando duro para continuar a ajustar e melhorar nosso pacote. Estou bem ansioso para pilotar nas corridas e entrar no jogo na temporada”, concluiu.

A sétima temporada da Fórmula E, batizada oficialmente como 2020/21, terá início em 16 de janeiro com a primeira das duas rodadas duplas nas ruas de Santiago, capital do Chile.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube