FE

Massa espera que FE também tenha causa social na Arábia Saudita: ajudar as mulheres

Felipe Massa fará sua estreia na Fórmula E em dezembro, na Arábia Saudita - um país que só recentemente passou a permitir que mulheres dirijam. Por isso, o brasileiro espera que a categoria também tenha causa social ao escolher abrir sua quinta temporada no país do Oriente Médio
Warm Up, de Goiânia / FELIPE NORONHA, de São Paulo
 Felipe Massa (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
A Fórmula E anunciou em maio que sua próxima temporada, a quinta, terá início em 15 de dezembro - e que o palco será inédito: a Arábia Saudita. Por ser um país com restrições sexistas, a escolha causou polêmica. No mês seguinte, a Arábia anunciou permissão para que mulheres dirigissem - e, agora, cabe à FE usar seu espaço para a causa social.

É o que pensa, aliás, Felipe Massa. Durante entrevista ao GRANDE PRÊMIO em Goiânia, onde participou da Corrida do Milhão da Stock Car no último domingo (5), o piloto comentou sobre a escolha de Riad como palco da abertura da temporada 2018/19 da FE - consequentemente, seu primeiro eP na categoria pela Venturi.

"Sem dúvida é bacana, na minha opinião, o país aceitar uma corrida de FE", afirmou. "Acho que para o esporte, para a religião que eles têm. Eu acho que não é bacana você ver muitas coisas que acontecem nesse país, em comparação com outros países. Acho que tanto a gente, pelo prazer de correr lá, mas tanto para eles, de receber a gente [é algo bom]", comentou Massa.
Susie Wolff vai ser a nova chefe de Felipe Massa na Formula E (Foto: Venturi)
Sobre a situação das mulheres na Arábia Saudita, ele crê que a Fórmula E pode agir com essa oportunidade criada: "E até tentar melhorar um pouco as tradições da religião que eles têm, e pensando principalmente no lado das mulheres."

"Então espero que seja interessante a gente correr lá para ajudar ainda mais essa ideia de fazer as mulheres guiarem na rua, as mulheres serem mais livres do que são", completou o brasileiro.

Massa, aliás, já firmou estar "com a chave virada" para a FE e deve testar mais uma vez com a categoria e o novo carro da Venturi ainda neste mês de agosto, segundo contou ao GP