FE

Massa relata que travadas bruscas aleatórias desgastaram pneus e “destruíram ritmo” de corrida em Sanya

Felipe Massa conseguiu pontuar no eP de Sanya, mas saiu incomodado com algum defeito ainda não descoberto pela Venturi que causou sobrecarga nos pneus traseiros

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Apesar de pontuar pela terceira corrida seguida na temporada 2018/19 da Fórmula E, Felipe Massa não saiu muito satisfeito do eP de Sanya. O veterano piloto da Venturi cruzou a bandeirada em 11º, mas foi promovido ao décimo lugar - e, por consequência, aos pontos - após uma punição ao companheiro Edoardo Mortara. Massa contou que teve problemas sérios com as travadas incomuns na traseira do carro.
 
Segundo Massa, algum problema na conexão entre o sistema de regeneração de energia e as rodas causou o uso excessivo dos pneus traseiros - em especial o do lado direito. O problema, ele explica, aniquilou o ritmo de corrida que tinha.
 
"Eu estava tendo dificuldades durante toda a corrida, especialmente depois das dez primeiras voltas. Muita saída de frente, [falta de] tração... Vi meu carro no fim da corrida: a traseira parecia realmente uma serpente no lado direito, o que não é normal", relatou ao site inglês 'E-Racing365'.
 
"Estava realmente complicado de usar o regen, travava o pneu direito com facilidade. Mudou muito o meu equilíbrio e destruiu o ritmo", especificou.
Felipe Massa (Foto: Venturi)
Questionado sobre se a temperatura baixa pode ter afetado, deixou claro que não acredita ser esse o problema. 
 
"Não sei. A temperatura não ajuda, mas acredito que não foi o maior problema. Alguma coisa não funcionou corretamente. Precisamos avaliar e tentar entender o que aconteceu no fim de semana para voltar ao que construímos em Hong Kong", opinou.
 
Agora, ele analisa, aprender o que aconteceu vai tornar a experiência ao menos útil para o futuro no campeonato.
 
"Não tinha o ritmo, então preciso entender o que aconteceu. A corrida não foi ótima para mim, eu terminei uma posição fora dos pontos [a bandeirada, corrigido depois] e acredito que preciso trabalhar um pouco mais no ritmo de corrida. O safety-car não contou, então, no fim das contas, não estou feliz com o resultado. É parte de aprender, desenvolver e, espero, melhoraremos para a próxima corrida", desejou.
 
Com 15 pontos em seis corridas, Massa é o 15º colocado do campeonato. A FE volta em dois fins de semana, no dia 13 de abril com o eP de Roma.