FE

Melhores do ano 2018: Rosenqvist, Vergne, Di Grassi, Bird ou Buemi: quem foi o destaque na Fórmula E?

Em 14 categorias, a votação dos Melhores do Ano de 2018 no esporte a motor do GRANDE PRÊMIO começa nesta terça-feira (4). A categoria Fórmula E tem os quatro primeiros colocados no campeonato e Felix Rosenqvist, que caiu no fim com uma Mahindra problemática
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 (Arte: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
GRANDE PRÊMIO inicia 9ª edição dos Melhores do Ano: ASSISTA

Pelo nono ano seguido, o GRANDE PRÊMIO realiza no final da temporada a votação dos Melhores do Ano de 2018 no esporte a motor. Para este ano, a eleição apresenta 14 categorias, uma a mais que a disputa de 2017, com cinco finalistas cada, indicados em votação prévia feita dentro da redação do GP.
 
São, portanto, as indicações: Melhor piloto da F1, Melhor piloto da Indy, Melhor piloto da Motovelocidade, Melhor piloto da Fórmula E, Melhor piloto de Endurance, Melhor piloto de Rali, Melhor piloto de Turismo, Melhor piloto que compete no Brasil, Revelação do ano, Decepção do ano, Corrida do ano, Cena do ano, Melhor piloto brasileiro e a principal de todas, Melhor piloto do ano.

 
 
 
Na categoria melhor piloto da Fórmula E, o recordista de votos de 2017 Lucas Di Grassi tenta mais uma conquista, mas tem como adversários o campeão Jean-Éric Vergne, o histórico rival Sébastien Buemi e os competentes Sam Bird e Felix Rosenqvist.