Na chegada à Europa, Da Costa diz que liderança “é grande motivação” e conta com BMW forte em Roma

António Félix da Costa vai correr o eP de Roma como líder de um campeonato que muda de líderes a cada etapa. A dianteira, se não guarda ampla vantagem ou garantias, ao menos anima

Num campeonato cheio de nuances como o da temporada 2018/19 da Fórmula E, a liderança não serve como grande parâmetro de domínio esportivo. Com mudanças a cada etapa, um fator claro de demonstração sobre como há acirramento na disputa pelas primeiras colocações, tem precedido momentos difíceis. Mas pode servir como motivador, que é exatamente o que diz António Félix da Costa.
 
O piloto da BMW reassumiu a dianteira com o terceiro lugar no eP de Sanya. Embora tenha vantagem pequena – apenas dois pontos para Jérôme D'Ambrosio e dez para o sexto colocado -, ficou animado com a possibilidade de chegar observado à perna europeia da competição. 
 
"Vamos para Roma impulsionados por um resultado bom e desempenho forte em Sanya. O fato de que eu assumi a liderança no campeonato de Pilotos é uma grande motivação não apenas para mim, mas todo o time", disse.
António Félix da Costa (Foto: BMW)

Segundo o português, a pista de Roma – exigente para os motores – será boa para a BMW. Na temporada passada, ainda por uma Andretti que tinha dificuldades, terminou no 11º lugar.

 
"A pista em Roma deve casar com a gente. Foi muito divertido por lá no ano passado. É impressionante ver como os fãs estavam", finalizou.
 
O eP de Roma está marcado para o as 11h03 (de Brasília) do próximo sábado, 14 de abril.

Veja os horários do fim de semana da Fórmula E em Roma.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube