Na “corrida mais difícil na FE”, Vergne celebra pódio horas após teste do coronavírus

O campeão vigente da Fórmula E teve de lidar com horas de hospital, diversos exames e mal-estar antes de poder duelar com Maximilian Günther para a segunda colocação em Marrakech

Jean-Éric Vergne viveu um fim de semana que passou longe de ser dos mais simples em Marrakech. O atual bicampeão da Fórmula E chegou doente, perdeu o primeiro treino livre, realizado na tarde da sexta-feira e foi enviado ao hospital na cidade marroquina. Lá, chegou a ser testado para o novo coronavírus, mas o exame deu negativo. Com tudo isso, o francês foi para a prova e conseguiu subir ao pódio.
 
Vergne sentia forte dores de cabeça e estava com febre na sexta-feira, quando a DS Techeetah achou melhor que fosse ao hospital realizar os testes cabíveis. Sem resultados preocupantes, mas ainda com mal-estar, foi liberado para as atividades do sábado. 
 
Já no treino classificatório, mostrou estava ao menos em condições: anotou o 11º tempo. Já na corrida, subiu no pelotão com imponência até colar no segundo colocado, Maximilian Günther, da BMW. Vergne realizou a ultrapassagem, mas a quantidade alta de energia que havia gasto para se recuperar custou caro, e Günther deu o troco na volta final.
António Félix da Costa e Jean-Éric Vergne (Foto: FIA Fórmula E)
"Foi a corrida mais difícil da minha carreira na FE. Apesar de não ter treinado ontem, assisti tudo do hospital. Não estava me sentindo bem [no sábado], mas a equipe foi excelente", disse. 
 
"Durante a corrida, dei tudo que eu tinha e, quando o engenheiro disse que eu estava em quarto, não pude acreditar. Tive uma boa briga com Max [Günther] perto do fim, mas sabia que ele ia passar. Tentei defender como dava, mas não tinha muita energia. Estou feliz de voltar ao pódio", falou. 
 
Foi o primeiro pódio de Vergne na temporada. Agora com 31 pontos, o francês ocupa a oitava colocação do campeonato de Pilotos e está 36 atrás do líder e companheiro de equipe António Félix da Costa
 

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube