FE

Por acidentes em Paris, D'Ambrosio, Mortara e Rowland são punidos com três posições no grid do eP de Mônaco

O trio formado por Jérôme D'Ambrosio, Edoardo Mortara e Oliver Rowland foi considerado responsável em diferentes incidentes durante o confuso e chuvoso eP de Paris. Os três carregam a punição para a prova em Mônaco, daqui a duas semanas

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
O festival de pancadas e erros do eP de Paris, primeira corrida com chuva na história da Fórmula E, terminou com um impacto importante no grid de largada da próxima etapa, daqui duas semanas, em Mônaco. Jérôme D'Ambrosio, Edoardo Mortara e Oliver Rowland foram punidos com três posições após serem considerados culpados por diferentes incidentes. 
 
D'Ambrosio, que entrara na corrida como líder do campeonato, sofreu duas sanções durante a corrida. Uma delas foi uma punição de 5s na prova por errar a zona de acionamento do modo ataque ao sair cedo demais para defender a posição. "É muito complicado passar por lá, fica fácil cometer um erro. Acredito que estava um pouco separado, voltou para cima e não tive como evitar."

 
Quando chovia forte, entretanto, abalroou Sam Bird na curva três. O belga não falou sobre o acidente, mas Bird comentou. "Estou cansado de ser acertado. D'Ambrosio perdeu o controle do carro, acertou o meu e me colocou contra o muro. Falei com Jérôme e ele acha outra coisa. Isso é tudo", lamentou ao site inglês 'Motorsport.com'.

Diferente de D'Ambrosio, Mortara e Rowland admitiram a culpa pelas colisões. O piloto suíço acertou Alex Lynn na curva 13 e causou a maior interrupção do dia. Mortara entrou na curva em cima de Lynn e jogou a Jaguar contra o muro.
 
"O movimento foi provavelmente pouco otimista. Lynn disse que não me viu e entrou. Infelizmente, acertei o muro e acabei na outra parede. É um azar, mas essas coisas acontecem às vezes", disse. Lynn também avaliou. "Acho que meu carro estava por dentro da curva no momento que nos tocamos, e ele simplesmente me empurrou na direção da barreira."
Mortara abalroou Lynn (Foto: Reprodução/Twitter)
O incidente de Rowland foi logo depois. O inglês, que largou na pole, perdeu o controle do carro e acertou Alexander Sims.
 
"Passei Stoffel na freada da curva três e perdi o controle, não pude fazer nada. Minha roda da parte de dentro estava bloqueada e fiquei mais ou menos por fora; Justo ali, acabei acabe acertando o carro dele. Foi culpa minha. Quando chove e passamos um bom tempo em bandeira amarela, fica tudo frio. A culpa foi minha", admitiu.
 
Ao fim da corrida, Sims nem sabia bem o que tinha acontecido. "Não posso falar muito. Estava freando e logo me golpearam bem forte".
 
O eP de Mônaco aconteceu em 11 de abril.