FE

Por foco na FE, Vandoorne descarta aparição em outros campeonatos: “Já estou bastante ocupado”

Stoffel Vandoorne ficou com mais fins de semana livres ao sair da F1 e ir para a FE. Mesmo assim, engana-se quem pensa que isso significa aparição em outros campeonatos: o belga não se vê em condições de assumir novos compromissos

Warm Up / Redação GP, de Berlim
Para boa parte do grid, a Fórmula E é uma oportunidade de competir em mais de um campeonato e encher uma temporada. Para Stoffel Vandoorne, não: o belga, recém-chegado no campeonato elétrico pela HWA, sente que a aparição em outras corridas prejudica a preparação para os ePs.
 
“Eu estou liberado para fazer mais coisas, mas meu compromisso principal sempre vai ser a Fórmula E”, disse Vandoorne, entrevistado pelo site ‘Race Fans’. “Sendo sincero, eu já estou bastante ocupado tentando encaixar tudo porque nós fazemos muita preparação antes de cada evento. Como dura apenas um dia, tudo acontece em um dia”, continuou.
 
“Esse é outro jeito de correr. Você precisa estar 100% preparado durante o dia, não há tempo para analisar dados ou qualquer coisa. A preparação é chave”, seguiu.
 
Apesar disso, Vandoorne é exceção. Pilotos como Sébastien Buemi, José María López, Jean-Éric Vergne e André Lotterer têm compromissos no endurance. Robin Frijns compete no DTM, enquanto Lucas Di Grassi e Nelsinho Piquet passaram 2018 competindo na Stock Car.
Stoffel Vandoorne ainda engatinha na Fórmula E (Foto: HWA)
“Acho que, em algum momento, se houver alguma oportunidade de competir além disso [FE], vamos precisar avaliar. Não tenho nada no radar nesse momento”, apontou Vandoorne.
 
Caso decida disputar outras corridas, Vandoorne tem uma importante aliada a partir de 2019. Demitido pela McLaren ao fim do ano passado, o belga assinou com a Mercedes. Por enquanto, o único vínculo de Stoffel com a marca alemã é o posto de piloto de simulador na F1 e a condição de titular da HWA, representante da Mercedes na FE.
 
Vandoorne ainda não pontuou nas três primeiras etapas da temporada 2018/19 da FE. O melhor resultado foi um 16º lugar na estreia, na Arábia Saudita.