Quarto colocado em 2018, Piquet espera que eP de Marrakech “ressalte carros bons e ruins” da FE

Após iniciar a temporada pontuando em uma corrida de recuperação, Nelsinho Piquet acredita que e tapa marroquina vai matar as dúvidas deixadas na Arábia Saudita e esclarecer quem está na crista da onda de uma briga pelo título da Fórmula E

Nelsinho Piquet voltou a pontuar na Fórmula E logo na abertura da temporada, numa pista bem diferente das demais em Ad Diriyah. Neste fim de semana, em Marrakech, o piloto da Jaguar tenta recuperar as boas atuações que viveu no ano passado, inclusive nessa mesma pista. Segundo o piloto, trata-se uma pista que separa os carros bons dos ruins.
 
Na realidade, Piquet teve de se recuperar na primeira prova do campeonato. Uma bandeira amarela causada enquanto ele marcava a volta rápida no treino de classificação fez com que largasse longe das primeiras posições, mas conseguiu chegar em décimo.
 
O quarto posto no Marrocos em 2018 anima. Para Piquet, a pista tem tudo para sanar as dúvidas que a Arábia Saudita deixou e mostrar quais são realmente as maiores candidatas ao título da temporada – que começou com vitória da BMW.
Nelsinho Piquet (Foto: José Mário Dias)

"É uma pista que vai ressaltar os carros bons e ruins da temporada, com poucas chances de safety-car. Então os pilotos vão adotar menos riscos em termos de estratégia, já que deve ser o tempo todo com bandeira verde nos 45 minutos mais uma volta", disse. 

 
"Será um fim de semana importante para nós, evitando erros. Ano passado fui bem aqui, e o importante será maximizar tudo do carro e da equipe", afirmou.
 
A largada do eP de Marrakech está marcada para as 13h do sábado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube