Sem entrar em detalhes, Piquet diz que teve de “pisar fundo” para evitar batida com Di Grassi no eP de Buenos Aires

Nelsinho Piquet terminou o eP de Buenos Aires deste sábado (18) com a quinta colocação. Em comparação ao que era possível na segunda temporada, uma melhora abissal. Ele espera que seja assim, de agora para frente, com a NextEV China sendo a terceira força da categoria. Sobre o incidente com Lucas Di Grassi, não quis falar muito

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Nelsinho Piquet retomou o espaço na parte de cima do grid da F-E. Após o eP de Buenos Aires deste sábado (18), em Puerto Madero, ficou evidente que a NextEV China não é mais a baba do campeonato. Piquet até brigou pelo pódio, mas não teve como chegar. A disputa com Lucas Di Grassi no pit-lane é o momento de maior destaque, mas novamente a atuação da equipe, dele em quinto lugar e de Oliver Turvey em sexto, foi muito acima do que a equipe podia oferecer um na temporada passada.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Piquet largou em quinto, mas logo foi ultrapassado por Nicolas Prost. Ficou bem perto, numa briga feroz com Di Grassi, Turvey e Prost pelo última lugar no pódio, atrás de Sébastien Buemi e Jean-Éric Vergne. Ganhou a posição de Turvey nos boxes, onde parecia que passaria também Lucas. Aí o rival da Audi ABT foi solto, para desespero de Nelsinho de dentro do carro.

 
Em entrevista que começou a dar o GRANDE PRÊMIO, mas teve que ser interrompida por conta do painel de mídia – onde ele estava prestes a falar com a equipe do GP novamente, quando a FIA chamou e ele teve que sair de novo, por conta da reunião em respeito à decisão sobre a liberação insegura de Di Grassi pela Audi ABT -, Piquet falou que se estabelecer na beira do pódio, uma terceira força do grid, era o objetivo desde o começo do campeonato. Erros específicos atrapalharam.
Nelsinho Piquet em Buenos Aires (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
"Era o que a gente esperava nas primeiras duas corridas, mas a equipe causou dois erros nelas", disse ao GP.
 
Por meio de comunicado, reforçou que tem a expectativa de brigar por pódio sempre caso tudo dê certo. "A corrida em geral foi boa. A gente ainda teve um pouco de problemas com nosso trem de força, especialmente no início. Mas só de andar próximo dos líderes durante boa parte da prova já foi bem satisfatório." 
 
"Dá para perceber que não estamos longe e que, se realmente acertarmos tudo, com uma corrida limpa e uma classificação boa, temos chance de brigar pelo pódio constantemente. Claro que tem muitos carros no nível parecido e muitos pilotos bons, então realmente tudo precisa dar certo para estarmos entre os primeiros sempre", declarou o piloto.
 
"O carro está cada vez mais competitivo, mesmo com as restrições de evoluções impostas pelo regulamento. Estou otimista e vamos tratar de recuperar os pontos que perdemos nas duas primeiras provas, que poderiam ter sido parecidas com esta", encerrou Piquet.
 
Sobre a questão com Di Grassi nos boxes, não quis dar assunto. Mas claramente não gostou. Se limitou a dizer que teve de pisar fundo no freio para evitar uma batida.
 
A F-E volta em 1º de abril com o eP da Cidade do México.

PADDOCK GP #65 RECEBE PIPO DERANI E FAZ PRÉVIA DO eP DA ARGENTINA DE F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube