Vergne critica postura agressiva de D’Ambrosio no fim do eP da Cidade do México: “Me pergunto se tem um cérebro”

Jérome D’Ambrosio segurou Jean-Éric Vergne e comprometeu a corrida dos dois: um ficou sem bateria, o outro não conseguiu brigar com Lucas Di Grassi pela vitória. Para Vergne, esta é a prova de que D’Ambrosio foi “totalmente estúpido”

 
Jean-Éric Vergne não economizou nas palavras ao criticar a postura defensiva de Jérome D’Ambrosio nas últimas voltas do eP da Cidade do México, disputado no sábado (1º). De acordo com Vergne, a agressividade de D’Ambrosio na briga pelo segundo lugar, que acabou por prejudicar a corrida dos dois, foi “totalmente estúpida”.
 
“Foi a forma com que ele [D’Ambrosio] se defendeu que eu achei inaceitável e injusta”, reclamou Vergne, falando ao ‘Motorsport.com’. “Ele me espremeu para fora da pista várias vezes enquanto eu tentava ultrapassar, e ele nem ia terminar a corrida com a energia que tinha. Foi totalmente estúpido”, seguiu.
 
Ao se defender a qualquer custo, D’Ambrosio – que tinha a mesma estratégia do vencedor Lucas Di Grassi – acabou piorando seu consumo de energia, que já era crítico. Vergne, por sua vez, perdeu muito tempo e impediu uma briga pela liderança. Quando o piloto da Techeetah se desvencilhou do rival da Dragon, já era tarde demais para alcançar Di Grassi. Jérome, por sua vez, mal terminou a prova.
Jean-Éric Vergne não está feliz com Jérome D'AMbrosio (Foto: Getty Images)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Isso custou a corrida dele e minhas chances de vencer. Me pergunto se esse cara tem um cérebro. Ele queria conversar comigo depois mas eu não tenho nada para falar. As imagens falam por si. Eu acho que a gente nem ia se entender, de qualquer forma”, completou.
 
A vitória seria muito importante para Vergne. Apesar de ter se firmado como um piloto de ponta na F-E, o francês ainda não venceu na categoria. Jean-Éric também foi segundo em Buenos Aires, ficando atrás de Sébastien Buemi.
 
Mas, do ponto de vista de D’Ambrosio, as críticas são exageradas. O belga afirma que só estava defendo posição.
 
“Eu estava fazendo minha corrida. Se ele [Vergne] acha que alguém vai simplesmente abrir caminho, isso deixa de ser uma corrida. Se a FIA pensa que fui muito agressivo, fora das regras, aí eles vão me dar uma advertência. Eu contornava para as curvas mais cedo, mas não deixava minha linha. Claro, não dei muito espaço, mas corridas são assim. Eu entendo que é frustrante, mas cada um faz sua própria prova. Os fãs querem ver isso”, ponderou.

 

DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube