Wehrlein é punido por calibragem errada no pneu e larga em último em Paris. Rowland herda pole

Por conta de infração da Mahindra na calibragem dos pneus, Pascal Wehrlein foi excluído do treino classificatório e largará no fim do grid em Paris. Inglês Oliver Rowland, da Nissan, herdou a pole-position

A Fórmula E anunciou que Pascal Wehrlein foi punido e Oliver Rowland será o pole-position do eP da França, que acontece neste sábado (27). Por conta de uma infração técnica na calibragem dos pneus, o alemão da Mahindra teve o seu tempo de 1min00s383 excluído e largará no fim do grid.

Em nota, a categoria confirmou que ele e o companheiro de equipe Jerome D'Ambrosio foram desclassificados por desrespeitarem a pressão mínima dos pneus. A Mahindra admitiu que "cometeu um erro" e que "as ferramentas que estamos usando para checar a pressão dos pneus estão erradas, talvez com uma calibragem ruim, ainda mais quando está frio como hoje".

Promovido ao primeiro lugar, Rowland largará na posição de honra pela segunda vez na temporada, e formará a primeira fila junto do companheiro de equipe Sébastien Buemi. Felipe Massa foi promovido ao quarto lugar, largando ao lado do holandês Robin Frijns.

Pascal Wehrlein foi excluído (Foto: Michelin)

É a segunda vez que o pole-position é excluído da classificação na temporada 2018-19. Lucas Di Grassi anotou o tempo mais rápido em Santiago, mas largou no fundo do grid, com Buemi herdando a pole.

O companheiro de Wehrlein, D'Ambrosio, é o líder do campeonato e estava em posição de ampliar a dianteira na comparação com os rivais mais próximas. Agora, vê a situação se complicar.

A largada do eP de Paris está marcada para ás 11h00 (Horário de Brasília).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube