FE

Wehrlein tira autoridade da DS Techeetah e lidera TL2 em Berna. Massa é 14º

O segundo treino livre para o eP de Berna quase terminou igual ao primeiro, mas Pascal Wehrlein surgiu para evitar que a DS Techeetah repetisse o 1-2 - que virou 2-3. Felipe Massa e Lucas Di Grassi foram, respectivamente, 14º e 19º colocados

Grande Prêmio / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
Na entrada do último minuto do segundo treino livre para o eP de Berna, na manhã deste sábado (22), parecia que a DS Techeetah voltaria a dominar como na sessão anterior. André Lotterer era quem tinha a dianteira desta feita, com Jean-Éric Vergne logo atrás. Mas Pascal Wehrlein apareceu e mostrou a força da Mahindra no traçado da capital suíça. Com 1min19s118, cravou a volta mais rápida do dia até aqui e a liderança.

Lotterer teve de se contentar em repetir a segunda colocação ao terminar somente 0s076 atrás de Wehrlein. Vergne também ficou colado, 0s080 atrás, assim como Oliver Rowland, 0s088 atrás. Robin Frijns voltou a terminar entre os cinco mais rápidos da sessão.
 
O top-10 foi encerrado ainda por Mitch Evans, José María López, Stoffel Vandoorne, Sam Bird e Edoardo Mortara. Os 15 primeiros colocados conseguiram anotar giros na casa de 1min19s. 
 
Felipe Massa repetiu a mesma colocação TL1, o 14º posto, ao passo que Lucas Di Grassi terminou na 19ª posição. Sobre o desempenho do piloto da Audi, cabe uma explicação: ele vinha em volta entre as mais rápidas quando Tom Dillmann errou no trecho final da pista e causou uma bandeira amarela que obrigou Di Grassi a abandonar o tempo. 
Pascal Wehrlein (Foto: Mahindra)
Além de Dillmann, Gary Paffett e Sam Bird também causaram amarelas, todas rápidas, por escapadas do traçado. Rowland chegou a triscar o muro, mas nem sequer sofreu danos no carro da Nissan. 
 
O treino de classificação está marcado para as 8h35 (de Brasília). Veja o restante dos horários do eP de Berna.

Confira como foi o TL2:

Diferente do treino livre inicial, a segunda sessão começou sem o sol aparecer entre as nuvens: o clima estava fechado, seguindo a expectativa para o dia. Na pista, quem se destacou primeiro no treino foi Robin Frijns, mas porque na volta de abertura o carro da Virgin já ia sambando pela pista.
 
Se mais cedo faltou gente cometendo erros, os primeiros minutos mostravam que os limites da pista estavam sendo mais desafiados. André Lotterer passou direto na curva 1, o mesmo que aconteceu com Sam Bird na sequência, mas com mais força - e causou um teste da full course yellow. Maximilian Günther quase perdeu o controle da Dragon também, mas resistiu bem. 
 
Edoardo Mortara e Pascal Wehrlein foram os dois líderes dos primeiros dez minutos, com a volta do alemão batendo em 1min20s2 - ainda longe do que fora visto no TL1. 
Edoardo Mortara (Foto: Venturi)
Pouca coisa acontecia no treino, o que dava a oportunidade de conhecer a pista de Berna da qual os pilotos tanto falaram - e, em geral, aprovaram como diferente das demais. De fato, bastante distinta e veloz, com muita necessidade de reposicionar o carro. 
 
Após metade do treino, ninguém havia completado uma volta de classificação. Foi com pouco menos de 12 minutos para o fim que enfim alguém foi adiante: António Félix da Costa cravou 1min19s466 e se isolou na frente, ao passo que Mitch Evans andou em 1min20s1 e pulou para o segundo posto. Oliver Rowland vinha em boa volta, mas triscou o muro durante o giro e acabou atrás de Wehrlein.

Quando a pista ficou bem vazia, na virada para os 10 minutos finais, José María López aproveitou. O piloto da Dragon anotou 1min19s282 e pulou para a ponta. Nos cinco minutos derradeiros, happy hour.
 
Gary Paffett logo apareceu passando direto e causando uma rápida bandeira amarela, enquanto Günther não conseguiu fazer a chicane e teve de passar pela parte de fora da barreira, o que anulou a volta.
Mitch Evans (Foto: Jaguar)
Entre os problemas alheios, as voltas iam se amontoando. Mitch Evans conseguiu melhorar o giro de López para 1min19s256, mas logo em seguida Tom Dillmann saiu da pista e forçou nova amarela enquanto Lucas Di Grassi fazia ótima volta, que acabou atrapalhada.
 
Mesmo assim, nos últimos 90 segundos as voltas saíram a valer. André Lotterer pulou para a ponta, Jean-Éric Vergne subiu para o segundo posto. Parecia que as DS Techeetah, agora em ordem invertida, repetiriam o domínio da sessão inicial, mas apareceu Wehrlein: 1min19s118. Com a volta mais rápida do dia, liderança para ele. Lotterer, Vergne, Rowland, Frijns, Evans, López, Stoffel Vandoorne, Sam Bird e Mortara fecharam o top-10.

FE, eP de Berna, TL2, Resultado Final: 

1 P WEHRLEIN Mahindra 1:19.118  
2 A LOTTERER DS Techeetah 1:19.194 +0.076
3 J.E VERGNE DS Techeetah 1:19.198 +0.080
4 O ROWLAND Nissan 1:19.206 +0.088
5 R FRIJNS Virgin Audi 1:19.229 +0.111
6 M EVANS Jaguar 1:19.256 +0.138
7 J.M LÓPEZ Dragon Penske 1:19.282 +0.164
8 S VANDOORNE HWA Venturi 1:19.317 +0.199
9 S BIRD Virgin Audi 1:19.329 +0.211
10 E MORTARA Venturi 1:19.399 +0.281
11 A LYNN Jaguar 1:19.411 +0.293
12 A FÉLIX DA COSTA BMW 1:19.466 +0.348
13 M GÜNTHER Dragon Penske 1:19.474 +0.356
14 F MASSA Venturi 1:19.856 +0.738
15 S BUEMI Nissan 1:19.873 +0.755
16 J D'AMBROSIO Mahindra 1:20.032 +0.914
17 O TURVEY NIO 1:20.218 +1.100
18 D ABT Audi 1:20.397 +1.279
19 L DI GRASSI Audi 1:20.490 +1.372
20 T DILLMANN NIO 1:20.901 +1.783
21 A SIMS BMW 1:20.932 +1.814
22 G PAFFETT HWA Venturi 1:21.892 +2.774

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.