Grande Prêmio

Melhores do ano 2018: Fenati, Sophia, Verstappen, Vettel ou Wickens: qual foi a cena mais marcante?

Em 14 categorias, a votação dos Melhores do Ano de 2018 no esporte a motor do GRANDE PRÊMIO começa nesta terça-feira (4). Na categoria cena do ano, dois acidentes feios concorrem com uma briga de mão de velhos rivais, um lance bizarro na Moto2 e um erro que mudou o campeonato na F1
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 (Arte: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
GRANDE PRÊMIO inicia 9ª edição dos Melhores do Ano: ASSISTA
 
Pelo nono ano seguido, o GRANDE PRÊMIO realiza no final da temporada a votação dos Melhores do Ano de 2018 no esporte a motor. Para este ano, a eleição apresenta 14 categorias, uma a mais que a disputa de 2017, com cinco finalistas cada, indicados em votação prévia feita dentro da redação do GP.
 
São, portanto, as indicações: Melhor piloto da F1, Melhor piloto da Indy, Melhor piloto da Motovelocidade, Melhor piloto da Fórmula E, Melhor piloto de Endurance, Melhor piloto de Rali, Melhor piloto de Turismo, Melhor piloto que compete no Brasil, Revelação do ano, Decepção do ano, Corrida do ano, Cena do ano, Melhor piloto brasileiro e a principal de todas, Melhor piloto do ano.

 
 
 
Na categoria cena do ano, o erro bizarro de Sebastian Vettel quando liderava o GP da Alemanha e que mudou o rumo da temporada 2018 da F1 compete com os acidentes de Sophia Flörsch em Macau e Robert Wickens em Pocono, com a puxada de freio de Romano Fenati no meio da reta na moto de Stefano Manzi e com a briga de mão de Max Verstappen e Esteban Ocon após o GP do Brasil.