Dennis Dirani usa 40 mil km percorridos em Interlagos como trunfo para repetir pódio no Brasileiro de Turismo

Seja como piloto ou como instrutor de curso de pilotagem, Dennis Dirani já andou muito em Interlagos. Conhecendo o circuito como a palma da mão, o pódio é uma possibilidade real

Dennis Dirani conhece o Autórdromo de Interlagos como ninguém. O piloto do Brasileiro de Turismo também ocupa seu tempo como instrutor de curso de pilotagem no circuito paulista. Seja como piloto ou professor, são muitas e muitas voltas registradas.
 
"Se consideramos uma média de duas aulas por mês e que cada sessão são 40 voltas, são quase mil voltas todo ano. Nestes nove anos, somando também os treinos de competição, passamos das 9.000", estima Dirani. Considerando as dimensões de Interlagos, o total de voltas resulta em aproximadamente 40 mil quilômetros.
Dennis Dirani foi ao pódio em 2015 (Foto: Fabio Davini/Vicar)
Em um circuito tão familiar, Dirani busca pelo menos repetir o pódio conquistado em 2015. Mas a verdade é que a vitória é o grande objetivo. Dennis ainda não triunfou em Interlagos, consequência direta do pouco tempo de carreira.
 
"Fui formado como piloto em Interlagos, é praticamente a minha segunda casa, mas só tive minha primeira chance no automobilismo no ano passado, graças ao apoio da Academia Shell Racing. Fiz minha estreia oficial na pista no Brasileiro de Turismo com um pódio e espero sair com uma vitória na rodada dupla", completa.
 
O pódio de Interlagos em 2015 não foi dos mais celebrados. Na prova final da temporada, Dirani ficou devendo 4 pontos para Márcio Campos, que se sagrou campeão.
 
A rodada dupla do Brasileiro de Turismo em Interlagos será disputada já neste final de semana. A corrida 1, transmitida AO VIVO pelo GRANDE PRÊMIO, tem largada marcada para 17h (de Brasília) do sábado (8).
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube