Os números que Daniel Serra apresentou na primeira parte da temporada deste ano na Stock Car são avassaladores. Em nove corridas, todas no top-10, foram duas vitórias e nenhuma etapa fora da zona de pontuação. Uma performance ainda melhor que o início do ano do seu primeiro título

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramPinterestEmail

A forma exibida por Daniel Serra na primeira parte da temporada 2018 da Stock Car impressiona. Depois de um ano que marcou a conquista de um título incontestável, o piloto da RC Eurofarma mostra que o domínio exercido em 2017 tem tudo para perdurar ainda por um bom tempo nas pistas do Brasil.

E quando se faz uma comparação lado a lado entre os números obtidos por Serrinha no início da sua campanha rumo ao título no ano passado e neste ano, nota-se uma força ainda maior no combinado das nove corridas deste ano.

Ao GRANDE PREMIUM, em entrevista exclusiva a ser publicada neste mês, Serra revelou que um dos maiores méritos nesta primeira parte do campeonato é conseguir somar bons pontos em todas as corridas do calendário, não apenas na primeira e principal, mas também na segunda.

Afinal, Daniel não zerou em nenhuma prova até agora — sendo o único piloto com pontos em todas as corridas até agora em 2018, sendo todas no top-10, o que é ainda mais impressionante —, e isso vem sendo determinante para o ‘acúmulo de gordura’ na comparação com os adversários.

Quando se faz um comparativo com a temporada passada, no entanto, é preciso fazer algumas ponderações. A primeira parte do campeonato deste ano, antecedendo a Corrida do Milhão — que só vai acontecer em 5 de agosto, em Goiânia — teve nove provas, sendo que uma delas, a Corrida de Duplas, rendeu 20 pontos ao vencedor — o próprio Serra, ao lado de João Paulo de Oliveira. Nas outras, foi distribuída a pontuação normal: 30 tentos ao vencedor na corrida 1 e 20 na segunda disputa.

Em 2017, foram oito as corridas na primeira parte do campeonato antes da prova milionária, obedecendo à mesma pontuação desta temporada. No total, em oito corridas no ano passado, 200 pontos estiveram em disputa, contra 220 desta primeira fase de 2018.

E aí, mesmo com 20 pontos a mais em jogo neste ano, Serra destoa. Em 2017, por exemplo, o filho de Chico Serra somou um total de 112 pontos e era o vice-líder antes de vencer a Corrida do Milhão, ficando 14 tentos atrás de Thiago Camilo. E enquanto TC21 tinha pontos em todas as provas, Daniel havia zerado em duas. No fim das contas, a arrancada para o título de Serrinha se deu mesmo na segunda parte do campeonato, justamente a partir do triunfo milionário em Curitiba.

Desta vez, o cenário se inverteu. Ainda mais eficiente e regular em relação ao início da temporada passada, Serra ficou abaixo dos 30 pontos por etapa apenas em duas oportunidades: a primeira, obviamente, quando estiveram em jogo os 20 pontos com a vitória na Corrida de Duplas, e na segunda etapa, com os 29 pontos somados na rodada dupla de Curitiba. Depois foram 31 tentos no Velopark, 36 em Londrina — sendo o segundo maior pontuador — e os mesmos 36 em Santa Cruz do Sul.

Duas vitórias, um total de seis pódios, nove (todas as corridas) no top-10 e 152 pontos no campeonato, abrindo incríveis 43 de vantagem para o vice-líder, Marcos Gomes.

Com um início tão forte e uma diferença tão grande na frente, já é possível dizer que Serra pavimentou boa parte do seu caminho rumo ao bicampeonato da Stock Car. Mesmo ainda restando nove etapas e 12 corridas para o desfecho de uma temporada que lhe vem sendo especialmente dourada.
 

(Daniel Serra e o filho: dois pódios na etapa de Londrina da Stock Car (Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm))

Um começo de respeito em 2017

Corridas: 8
Pontos em jogo: 200
Vitórias: 1
Pódios: 2
Presenças no top-10: 6
Provas fora dos pontos: 2
Total de pontos: 112
Posição: vice-líder (14 atrás de Thiago Camilo)

Etapas antes da Corrida do Milhão
(Daniel Serra venceu a primeira corrida da temporada de 2017 da Stock Car (Foto: Fábio Davini))

A arrancada fulminante em 2018

Corridas: 9
Pontos em jogo: 220
Vitórias: 2
Pódios: 6
Presenças no top-10: 9
Provas fora dos pontos: nenhuma
Total de pontos: 152
Posição: líder (43 à frente de Marcos Gomes)

Etapas antes da Corrida do Milhão
( )

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar