Franco Morbidelli foi o grande Novato do Ano da MotoGP em 2018. Em 2019, Fabio Quartararo é quem desponta como o grande favorito a ficar com o título. Companheiros na SIC, os pilotos tiveram campeonatos bastante distintos em suas estreias na classe rainha

 

O sonho de qualquer piloto é conseguir coroar uma temporada com um título ao final do ano. Muitas vezes o objetivo é quase impossível de se alcançar, mas no meio do caminho pode acabar encontrando uma rota alternativa para atingir, mesmo que parcialmente, esse grande desejo.

Na MotoGP, os competidores que estreiam na temporada, além de brigarem pelo caneco do campeonato, também correm pelo título de Rookie do Ano, ou o melhor novato do grid. Neste ano, são quatro os nomes na disputa: Fabio Quartararo, o grande favorito, Francesco Bagnaia, Miguel Oliveira e Joan Mir.

Em 2018, quem ficou com a honra de ser o melhor estreante da classe rainha do Mundial de Motovelocidade foi Franco Morbidelli que, coincidentemente, é companheiro do francês líder da categoria. Então, o GRANDE PREMIUM colocou a dupla da SIC lado a lado para comparar os números de ambos em suas temporadas de entrada na MotoGP.

 

(Fabio Quartararo (Foto: SIC))

Franco Morbidelli
Ano de estreia:
2018
Equipe: Marc VDS
Moto: Honda
Vitórias: 0
Pódios: 0
Poles: 0
Abandonos: 1
Pontos: 50
Posição final: 15º

Morbidelli entrou no Mundial de Motovelocidade pulando a etapa da Moto3, chegando já na Moto2 em definitivo em 2014 – em 2013 chegou a fazer três provas. E apesar de seu começo ter sido lento, foi mostrando evolução a cada temporada que se passava.

Mas o salto de performance veio de fato em 2016, quando passou a defender a Marc VDS. Com uma moto competitiva nas mãos, era presença constante nos top-10 e no pódio em 2016, com 2017, enfim, coroando seu bom desempenho com o título no final do ano com oito vitórias.

O passo para a MotoGP foi natural, seguindo com a equipe que lhe deu o caneco. Mas se na classe intermediária mostrou grande velocidade, as coisas demoraram a se encaixar na classe rainha. Conseguiu ficar dentro do top-10 apenas duas vezes ao longo do ano, somando 50 pontos totais. Mesmo assim, o resultado foi suficiente para abocanhar o título de novatos.

Nesta temporada, o ítalo-brasileiro se mudou para a SIC, equipe satélite da Yamaha, e tem Fabio Quartararo, estreante, como companheiro.

Morbidelli foi o Novato do Ano de 2018 (Franco Morbidelli (Foto: Marc VDS))

Fabio Quartararo
Ano de estreia:
2019
Equipe: SIC
Moto: Yamaha
Vitórias*: 0
Pódios*: 5
Poles*: 4
Abandonos*: 3
Pontos*: 143
Posição final*:
*até GP da Tailândia

Quando Quartararo chegou ao Mundial de Motovelocidade, em 2015, era apontado como o novo Márquez pelo que tinha feito nas categorias de base. Entretanto, suas passagens tanto pela Moto3 quanto pela Moto2, foram bastante apagadas. Chegou a conseguir uma vitória e um pódio em 2018, na classe intermediária, mas nada que realmente enchesse os olhos.

Então, sua subida para a classe rainha chegou a ser uma surpresa e, de certo modo, segue sendo. O francês já começou a andar bem na pré-temporada, mostrando ter potencial para o campeonato. Dito e feito, o jovem competidor tem impressionado.

Nas 15 etapas disputadas até o momento, além de ser aparição até que regular no pódio e já ter conseguido diversas pole-positions, chegou a disputar corpo a corpo com Marc e tem se destacado em comparação aos seus colegas de Yamaha.

Neste campeonato, Quartararo enfrenta Joan Mir, Francesco Bagnaia e Miguel Oliveira pelo título de estreante do ano. Mas se seguir os bons resultados que tem entregado, não vai ser problema conseguir mais essa conquista em 2019.

Quartararo tem brilhado em sua estreia na MotoGP (Fabio Quartararo (Foto: SIC))

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

SÃO PAULO E-PRIX 2023:
SINTA A ENERGIA DA FÓRMULA E

25 de março de 2023 CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR O SITE OFICIAL DE VENDAS E ATIVAR O SEU BENEFÍCIO EXCLUSIVO COM O CÓDIGO SAOPAULOVIP. Comprar Ingresso com desconto

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar