O peso enorme que as 24 Horas de Le Mans têm na fórmula do Super Ranking GP fez com que Simon Pagenaud finalmente fosse desbancado

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;
//pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js

As 24 Horas de Le Mans colocaram gente nova na liderança do Super Ranking GP. Na 11ª atualização da lista do GRANDE PREMIUM dos 100 melhores pilotos do mundo, um trio está na primeira colocação: Neel Jani, Marc Lieb e Romain Dumas.

Os vencedores da dramática corrida do último domingo, na França, somaram mais de 1500 pontos e romperam a barreira dos 3000 — os primeiros a fazê-lo. O trio já vinha bem na tabela desde a vitória na etapa de abertura do Mundial de Endurance, em Silverstone, em abril.

Eles superaram o francês Simon Pagenaud, líder do campeonato da Indy (e das oito atualizações anteriores do Super Ranking GP).

Lucas Di Grassi, no pódio pela terceira vez em quatro anos em Le Mans, somou bons pontos. Ele se manteve em quinto lugar, mas passou Nico Rosberg, Jorge Lorenzo e Marc Márquez. Seu colega de carro, Oliver Jarvis foi outro que deu um bom salto e agora é o sétimo.

Em geral, as 24 Horas de Le Mans provocaram muitas mudanças entre os 100, com vários pilotos da LMP2 pontuando entre os dez melhores em Sarthe. Ao mesmo tempo, só três nomes são novidade entre os 100: Jonny Kane, Danny Watts e Nick Leventis.

Lieb, Jani e Dumas agora possuem uma vantagem que é grande, mas que não é nada impossível de ser descontada: até a próxima etapa do WEC, no fim de julho, F1, MotoGP e Indy têm uma maratona de etapas — muitos pontos em jogo. E, claro, há a rodada dupla decisiva da F-E.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;
//pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js

O Super Ranking GP leva em conta uma série de fatores: os resultados das provas de cada uma das nove categorias avaliadas, a competitividade dos campeonatos e a importância das provas e a quantidade de etapas. Feitos das últimas temporadas também são contabilizados, mas com peso menor. O objetivo é apontar o melhor piloto do momento no esporte a motor.Neste próximo fim de semana, MotoGP e Indy voltam à ativa.

Kazuki Nakajima e seus colegas teriam dado um bom salto com a vitória em Le Mans (Kazuki Nakajima (Foto: Getty Images))

Saíram da lista: Mikhail Aleshin, Álvaro Bautista e Scott Redding

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;
//pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js

100. Sylvain Guintoli — WSBK — 579,99
99. Oliver TurveyF-E — 582,62
98. Danilo Petrucci — MotoGP — 589,04
97. Alex Lowes — WSBK — 589,70
96. Bruno Senna — F-E/WEC — 594,85
95. Lorenzo Savadori — WSBK — 598,86
94. Kris Meeke — WRC — 610,68
93. Nelsinho Piquet — F-E/WEC — 626,86
92. Bradley Smith — MotoGP — 648,24
91. Jari-Matti Latvala — WRC — 651,82
90. Simon Trummer — WEC — 657,11
89. Leon Camier — WSBK — 668,50
88. Thierry Neuville — WRC — 685,08
87. Héctor Barberá — MotoGP — 686,72 
86. Carlos Sainz — F1 — 697,10
85. Romain Grosjean — F1 — 703,80
84. Fernando Alonso — F1 — 713,16
81. Jonny Kane, Danny Watts e Nick Leventis — WEC — 721,23
80. Filipe Albuquerque — WEC — 726,23
79. Daniil Kvyat — F1 — 730,40
78. JR Hildebrand — Indy — 732,63
77. Jordi Torres — WSBK — 747,22
76. Ricardo González — WEC — 762,77
75. Hayden Paddon — WRC — 767,81
74. Mads Østberg — WRC — 801,38
73. Dani Sordo — WRC — 808,29
72. Takuma Sato — Indy — 814,15
71. Nicky Hayden — WSBK — 853,16
70. Nico Hülkenberg — F1 — 860,15
69. Michael van der Mark — WSBK — 872,33
68. Andreas Mikkelsen — WRC — 900,30
67. Felipe Massa — F1 — 911,09
66. Davide Giugliano — WSBK — 921,58
65. Conor Daly — Indy — 928,96
64. Andrea Dovizioso — MotoGP — 932,25
63. Pipo Derani — WEC — 970,85
62. Pol Espargaró — MotoGP — 974,07
61. Andrea Iannone — MotoGP — 980,01 
60. Aleix Espargaró — MotoGP — 988,05
59. Valtteri Bottas — F1 — 1035,04
58. Jean-Éric Vergne — F-E — 1035,46
57. Max Verstappen — F1 — 1052,86
56. Sébastien Bourdais — Indy — 1083,68
55. Sam Bird — F-E/WEC — 1084,76
54. René Rast — WEC — 1099,99
53. Nick Heidfeld — F-E/WEC — 1100,11
52. Charlie Kimball — Indy — 1102,32 
51. Daniel Abt — F-E/WEC — 1114,49

Sergio Pérez teve mais um pódio na F1 em 2016 (Sergio Pérez no seu segundo pódio do ano (Foto: Force India))

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;
//pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js

50. Roman Rusinov — WEC — 1121,54
49. Ryan Hunter-ReayIndy — 1125,42
48. James Hinchcliffe — Indy — 1131,72
47. Sébastien Ogier — WRC — 1195,78
46. Sergio Pérez — F1 — 1203,01
45. Robin Frijns — F-E — 1233,54
44. Mike Conway — F-E/WEC — 1235,80
43. Nicolas Prost — F-E/WEC — 1247,91
42. Graham Rahal — Indy — 1247,95
41. Chaz Davies — WSBK — 1327,04
40. Gustavo Menezes — WEC — 1344,34
39. Mathéo Tuscher — WEC — 1344,34
38. Alexandre Imperatori — WEC — 1349,42
37. Dominik Kraihamer — WEC — 1351,11
36. Stéphane Richelmi — WEC — 1354,84
35. Tom Sykes — WSBK — 1356,62
34. Carlos Muñoz — Indy — 1357,82
33. Jérôme D’Ambrosio — F-E — 1358,38
32. Maverick Viñales — MotoGP — 1369,80 
31. Nicolas Lapierre — WEC — 1381,36
30. Kimi Räikkönen — F1 — 1388,65
29. Will Power — Indy — 1466,55
28. Alexander Rossi — Indy — 1454,68 
27. Sébastien Buemi — F-E/WEC — 1501,04
26. Tony Kanaan — Indy — 1551,10
25. Helio Castroneves — Indy — 1558,56
22. André Lotterer, Benoît Tréluyer e Marcel Fässler — WEC — 1581,36
21. Jonathan Rea — WSBK — 1596,73
20. Daniel Ricciardo — F1 — 1616,03
19. Dani Pedrosa — MotoGP — 1616,66
18. Josef Newgarden — Indy — 1625,37
17. Juan Pablo Montoya — Indy — 1628,68
16. Loïc Duval — F-E/WEC — 1645,81
15. Stéphane Sarrazin — F-E/WEC — 1725,68
14. Sebastian Vettel — F1 — 1805,23
13. Scott Dixon — Indy — 1843,52
12. Valentino Rossi — MotoGP — 1971,02
11. Kamui Kobayashi — WEC — 2099,20

(Lewis Hamilton recebeu Kurt Busch, campeão na Nascar (Foto: Mercedes))

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;
//pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js

Confira as versões anteriores do Super Ranking GP:

 

Semana #1 (líder: Lucas Di Grassi)

Semana #2 (líder: Lucas Di Grassi)

Semana #3 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #4 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #5 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #6 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #7 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #8 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #9 (líder: Simon Pagenaud)

Semana #10 (líder: Simon Pagenaud)

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

SÃO PAULO E-PRIX 2023:
SINTA A ENERGIA DA FÓRMULA E

25 de março de 2023 CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR O SITE OFICIAL DE VENDAS E ATIVAR O SEU BENEFÍCIO EXCLUSIVO COM O CÓDIGO SAOPAULOVIP. Comprar Ingresso com desconto

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar