14 anos após acidente fatal, Moore segue inspirando nova geração de pilotos, como Hinchcliffe

A edição 38 da REVISTA WARM UP relembra a vitoriosa, mas breve carreira de Greg Moore, que sofreu um acidente fatal há 14 anos. Apesar disso, o piloto ainda vive como inspiração de uma nova geração de atletas

James Hinchcliffe conquistou uma emocionante vitória na etapa do Anhembi da Indy, disputada no início do mês de maio, ao ultrapassar Takuma Sato na última curva da última volta. Celebrando a segunda vitória da carreira, o piloto da Andretti ergueu no alto do pódio a bandeira do Canadá, um país que durante muitos anos teve um forte histórico na categoria, mas que estava em baixa desde o título de Paul Tracy em 2003, na Champ Car.

Apesar disso, o triunfo do veterano não significou uma mudança no esporte do país. Pelo contrário. Os poucos pilotos que surgiam acabavam optando por seguir carreira no turismo, enquanto os únicos nomes que seguiam no campeonato eram os de veteranos, como o de Alex Tagliani.

O espírito de Greg Moore ainda vive (Foto: Getty Images)

Com Hinchcliffe, porém, a situação mudou. Além de ele estar fazendo sucesso na Indy, onde já venceu duas vezes com o carro que era de Danica Patrick, uma série de garotos vindos do Canadá começa a se destacar nas categorias de base. Todos eles com uma coisa em comum: o culto a Greg Moore, morto há 14 anos em um acidente no oval de Fontana, na Califórnia.

A edição número 38 da REVISTA WARM UP relembra a breve, mas vitoriosa carreira de Moore, que apareceu como substituto de Jacques Villeneuve, na Forsythe, até ser contratado pela Penske, para quem jamais pôde correr. E, embora o acidente fatal já tenha acontecido há mais de uma década, até hoje o canadense segue inspirando as gerações mais novas, mesmo aqueles que tinham acabado de nascer quando ele morreu.

A edição 38 da REVISTA WARM UP com a matéria sobre Greg Moore
Siga a REVISTA WARM UP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube