4º no campeonato, Castroneves despista sobre futuro, mas garante: “Tenho mais lenha para queimar do que nunca”

Helio Castroneves não revelou se vai deixar a Indy em 2018, mas assegurou que segue extremamente motivado e garantiu que ainda tem muito a mostrar nas pistas

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Helio Castroneves pode ter feito sua última prova como titular da Penske neste sábado (17) em Sonoma. Mais uma vez brigando pelo título da Indy, o brasileiro terminou a corrida em quinto, fechando o campeonato no quarto lugar. Considerado um nome forte para o programa de sportscar da Penske, o veterano não revelou o que fará da carreira em 2018, mas garantiu que segue muito motivado.
 
Helio explicou que segue com espírito vitorioso e que física e tecnicamente também está muito bem. Sem revelar o que vai fazer em 2018, Castroneves apenas prometeu continuar pensando em vencer.
 
"Ainda me sinto como se fosse um garoto. Sinto que tenho mais lenha para queimar do que nunca. Não importa o que aconteça no futuro, sei que o nosso anúncio está próximo, mas não importa se for aqui ou em sportscars, eu vou seguir muito motivado e completamente focado na minha meta que é sempre vencer corridas", disse o piloto.
 
Ao falar de mais uma temporada em que esteve perto de conquistar o título inédito da Indy, o três vezes vencedor da Indy 500 não quis remoer as falhas.
Helio Castroneves segue confiando bastante no seu taco (Foto: IndyCar)
"Sempre vou focar nas coisas que são positivas. Não vou ficar remoendo o problema no Texas ou pensando nas corridas em que cometi erros ou erramos na estratégia. Foi mais um ano que brigamos até o fim e mais um top-4 na classificação final", seguiu.
 
Para Castroneves, seus últimos resultados não podem ser resumidos pelas estatísticas. O brasileiro explicou que o quarto lugar de 2017 lembrou vários outros anos seus que, pelos números, não parecem tão competitivos como realmente foram. 
 
"Às vezes é engraçado ver como as estatísticas enganam. Eu terminei em quarto, mas estava aqui brigando pelo título até o fim. Vários outros anos foram assim. É pensando nisso, em como sigo competitivo, que eu vou seguindo em frente e me motivando. Não parece fácil se manter bem ano após ano, mas eu tenho uma equipe incrível, grandes companheiros e a cada dia me sinto um piloto melhor", completou.
 
A definição do futuro de Castroneves e da escalação da Penske para 2018 deve sair nos próximos dias, mas o campeão Josef Newgarden, Will Power e Simon Pagenaud dificilmente deixarão a esquadra.
 
KUBICA TEM WILLIAMS COMO GRANDE CHANCE PARA VOLTAR À F1 EM 2018. E PODE "SOBRAR MUITO" PARA MASSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube