Aliviado, Hinchcliffe vibra com vitória depois de quase dois anos na Indy e afirma: “É bom estar de volta”

James Hinchcliffe não deixou escapar a chance de vitória e encerrou um jejum que já durava quase dois anos sem chegar ao topo do pódio. Canadense se mostrou aliviado com o resultado da prova em Long Beach.

James Hinchcliffe se aproveitou do erro de estratégia da Ganassi de Scott Dixon e venceu neste domingo (9) o GP de Long Beach, a segunda etapa da temporada 2017 da Indy. Quarto no grid de largada, o canadense foi seguro e constante durante as 85 voltas da prova e recebeu a bandeirada na frente, com 1s494 de vantagem para o segundo colocado Sébastien Bourdais.
 
Com o triunfo, Hinchcliffe encerrou um jejum que já durava quase dois anos, quando venceu em Nova Orleans. Após a prova, Hinch comemorou o fato de reencontrar o caminho das vitórias.
A bandeira quadriculada para Hinchcliffe (Foto: IndyCar)
"Isso me faz sentir diferente, eu sinto que estamos de volta. Muita coisa mudou desde que estávamos aqui. É bom estar de volta", celebrou.

O vitorioso do dia também enalteceu a disputa com Ryan Hunter-Reay. "Sempre que Ryan Hunter-Reay está atrás, você tem que estar preocupado, especialmente em Long Beach."

Hinchcliffe também falou sobre as dificuldades do ano passado e da representatividade de vencer em Long Beach. "Nós chegamos muito perto no ano passado. Nós estávamos magoado por não ganhar uma corrida em 2016. Trabalhamos duro esta temporada para aperfeiçoar o pacote que tivemos", falou. 
 
"Para as duas primeiras corridas da temporada, estar no Fast Six duas vezes, é bom. Em St. Pete, poderia ter estado entre os cinco primeiros ou no pódio. Fazer isso em Long Beach, uma etapa que eu amo tanto, que tem sido muito boa para minha carreira, é interessante. Acho que é a Indy 500 dos circuitos de rua, é a segunda corrida mais longa." 
 
"Penso que por causa dessa história, ele torna um evento muito especial, onde todos os pilotos querem vencer. Os grandes têm corrido aqui, os grandes todos ganharam aqui. Entrar no hall de vencedor é gratificante", encerrou.
 
A próxima etapa da Indy está marcada para o dia 23 de abril, quando acontece o GP do Alabama.
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube