Alonso aproveita véspera da Indy 500 e vê crescimento com experiência: “Serei um piloto mais completo e melhor pessoa”

Todo o mundo vai estar ligado neste domingo para ver o que será de Fernando Alonso na estreia nas 500 Milhas de Indianápolis. Há, claro, a chance de vitória, mas o que importa para o espanhol é que ele já venceu. A diversão que tem tido é muito diferente da agrura que passa com a McLaren na F1. Mas, principalmente, a experiência o transformou e o elevou a outro patamar. Também no lado pessoal

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O dia em que antecede as 500 Milhas de Indianápolis é reservado para um descanso relativo dos pilotos. Isso porque é necessário cumprir com protocolos e se encontrar com fãs que circulam pelas imediações do local. Essa é a rotina de Fernando Alonso, que está feliz com a experiência vivenciada na Indy 500.
 
“Existem vezes em sua carreira que você deve enfrentar desafios, voltar para encontrar a si mesmo e aprender coisas novas e quando eu sair daqui estou certo de que serei um piloto mais completo e melhor pessoa. As 500 Milhas ou as 24 Horas de Le Mans são dois dos melhores eventos do motor e participar deles e quem sabe ter êxito, te colocam em outro nível no automobilismo”, comentou Alonso.
 
O piloto sabe das dificuldades na missão de se adaptar à categoria, mas os resultados dos testes e do treino de classificação provaram que o piloto pode sonhar mais alto.
Fernando Alonso (Foto: IndyCar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Sempre tenho o objetivo de ganhar, em cada corrida que estou. Mas estou indo bem, me divirto. Lutar contra os melhores pilotos do mundo em corridas de ovais e sentir-se competitivo te deixa orgulhoso, contente e surpreendido. Por enquanto, missão cumprida”, exaltou o bicampeão.
 
Para estar mais confiante e seguro, Alonso também tem contado com a ajuda dos pilotos mais experientes da Indy, como Ryan Hunter-Reay, seu companheiro na categoria.
 
“Ryan, por exemplo, depois de terminar sua volta classificatória veio até mim e deu conselhos. ‘Ao contrário da curva dois, na quatro o vento vem na cara e assim tem que ter cuidado’. Pode haver algum momento da prova que teremos que te ajudar a ter mais chances”, explicou o espanhol.
 
É inevitável a comparação entre as categorias, mas mesmo com pouco tempo vivenciando a Indy, Alonso já pode apontar as principais dificuldades encontradas na categoria e as qualidades dela.
 
“Não existe nada fácil no que estamos fazendo, tudo é muito difícil. A condução é diferente, tem que manter a mínima pressão do volante para a direita, o carro quase gira nas curva e no tráfego. Existem turbulências diferentes, de 8h até 10h da manhã e das 12h até 18h no carro e de seis a oito com os engenheiros, não é nada fácil em tudo que estamos fazendo. Andar em grupo e tentar programar as ultrapassagens, aqui para ultrapassar quase tem que programar uma volta antes,é muito complicado tudo, mas vamos tentar”, concluiu.
 
GENIAL, ALONSO FOI ESPETACULAR NA CLASSIFICAÇÃO EM INDIANÁPOLIS E ENTRA NO PÁREO PELA VITÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube