Indy

Alonso se diz aberto a novos desafios e desconversa sobre futuro na Indy: “Não posso fazer promessas”

Sem lugar no grid da Indy 500, Fernando Alonso coloca foco total na disputa das 24h de Le Mans e só revelará futuro após o fim do WEC. Junto de Kamui Kobayashi e Sébastien Buemi, espanhol é líder do campeonato e pode vencer a tradicional prova pela segunda vez

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Depois da dramática eliminação no Bump Day para a Indy 500, realizado no último domingo (19), Fernando Alonso optou por evitar os comentários sobre o seu futuro nos Estados Unidos. O próximo compromisso do espanhol bicampeão mundial de Fórmula 1 será em junho, nas 24h de Le Mans.
 
Alonso venceu a prova no ano passado e pode se sagrar campeão do WEC ao lado de Kamui Kobayashi e Sébastien Buemi. Com o sonho da vitória na Indy 500 adiado, ele prefere esperar o fim do campeonato de endurance para planejar os próximos passos.
 
"Agora, é difícil fazer qualquer promessa. Muito cedo para tomar decisões. Eu nem sei o que faremos depois das 24h de Le Mans, quando eu termino minha participação no endurance. Eu quero ter o 2020 aberto porque não sei quais oportunidades aparecerão em termos de corrida", disse em conversa com jornalistas após a eliminação.
Fernando Alonso (Foto: IndyCar)
Alonso competiu na Indy 500 em 2017 e acabou abandonando com problemas de motor. Perguntado sobre uma possível terceira tentativa no futuro, o espanhol afirmou que tem a prova como objetivo, mas que também está aberto a explorar novas categorias do esporte a motor.
 
"Até eu conhecer o meu programa para 2020, não posso fazer promessas e não tenho ideias na cabeça. Como eu sempre digo, ficaria mais do que feliz em correr aqui de novo no futuro e vencer a tríplice coroa, que ainda é um alvo, ou um alvo diferente. Talvez eu corra em outras categorias com diferentes desafios", completou.
 
Alonso, com a McLaren, foi eliminado por Kyle Kaiser nos últimos instantes do Bump Day. O fracasso causou a demissão de Bob Fernley, chefe do projeto do time na Indy.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.