Indy

Andretti procura patrocínio para promover retorno de Montoya à Indy em 2014: “Um dos melhores”

Michael Andretti revelou que está trabalhando para ter o colombiano Juan Pablo Montoya em um de seus carros na temporada 2014 da Indy. Montoya competiu na categoria pela última vez em 2000

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

O retorno de Juan Pablo Montoya à Indy deixou de ser apenas uma especulação. Michael Andretti, dono da equipe campeã da temporada 2012, está procurando patrocinadores para contar com o colombiano em um de seus carros no ano que vem, revelou o próprio ex-piloto em entrevista à ‘AP’.

Montoya, 37, foi campeão da Cart em 1999 com a Ganassi. Pelo time, também venceu a edição de 2000 das 500 Milhas de Indianápolis. No fim daquele ano, mudou-se para a F1, onde permaneceu até 2006. Desde então, corria na Nascar, mas já sabe que não terá seu contrato renovado ao término do atual campeonato.

Andretti e Montoya se reuniram na semana passada, depois que o piloto ficou sabendo que não continuaria no carro #42 na Nascar. Juan Pablo havia silenciado com relação aos times da Indy que o procuraram, mistério que foi quebrado por Michael.
Michael Andretti destacou a popularidade de Juan Pablo Montoya (Foto: Getty Images)
“Eu conversei com Juan sobre a Indy e disse a ele: ‘Vamos achar uma maneira de fechar algo’. Eu andei contra ele e acho que ele é um dos melhores pilotos contra quem corri. Depende apenas de patrocínio. Então estamos procurando e, se houver a possibilidade, queremos fazer algo com ele”, declarou Andretti.

Atualmente, a equipe Andretti conta com quatro pilotos: Ryan Hunter-Reay, Marco Andretti, James Hinchcliffe e Ernesto Viso. Deste grupo, quem tem o futuro mais incerto é Hinchcliffe, vencedor de três corridas em 2013. O contrato da ‘GoDaddy’, que patrocina o carro #27, expira neste ano.

“Vai depender da GoDaddy querer continuar ou não. Eles amam Hinch, nós amamos Hinch, mas a GoDaddy precisa decidir se o retorno do investimento está lá ou não”, comentou o chefe. “Então estamos apenas esperando e Hinch tem permissão para conversar com outras equipes. Ele não disse que quer sair, mas é justo que ele possa ver o que está lá fora, pois não queremos que ele fique sem nada”, disse.

Seja pela Andretti ou por outra equipe, Michael vê com bons olhos a volta de Montoya. “Ele poderia trazer o que trouxe da última vez: parecia que, quando ele corria, metade das arquibancadas estava cheia de bandeiras de apoio a ele. Quando foi para a Nascar, teve um efeito imenso”, destacou.

“Ele traz uma grande torcida, é uma grande personalidade e pode ser bom também para a Indy porque ele, definitivamente, tem aquela atitude de ‘eu não dou a mínima’”, completou o norte-americano.