Antes hesitante, Alonso promete “sem dúvida” voltar a Indianápolis depois de “melhor experiência da vida”

Fernando Alonso encerrou a dúvida sobre se voltará à Indy 500 um dia. Logo após abandonar a prova deste domingo (28), já nos instantes finais, por uma quebra de motor, Alonso disse que viveu os melhores momentos da vida. E vai voltar

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Todo o holofote do mundo estava em Fernando Alonso na tarde deste domingo (28). É provável que nunca antes na história das 500 Milhas de Indianápolis um piloto tenha monopolizado as atenções da forma como aconteceu com o espanhol nesta 101ª edição da corrida. E Alonso não decepcionou. Andou sempre entre os dez primeiros, mas no final viu o maior dos medos acabar com suas chances: uma falha de motor, dentre todas as coisas. Alonso saiu convencido de que viveu os melhores momentos de sua vida no oval do Brickyard.

 
Alonso fez mais que 180 das 200 voltas e liderou por algumas delas antes que o motor Honda soltasse fumaça e interrompesse a corrida do bicampeão mundial de F1, o que, de nehuma forma, estragou a experiência do que foi para Fernando estar em Indianápolis. Se antes um retorno futuro era motivo de reticências, hoje é certeza absoluta.
 
"Foi a melhor experiência da minha vida", exclamou. "Sem dúvida voltaremos. Se eu me sentir competitivo, então será mais fácil do que essa vez. Foi divertido demais. Não posso afirmar uma data, mas sei que quando voltar terei mais experiência e será muito mais fácil. Quero agradecer a Indy, aos fãs. Foi uma das melhores experiências da minha vida", encerrou.
O motor Honda deixou Alonso na mão também em Indianápolis (Foto: Reprodução)
Os melhores momentos de Alonso foi também um dos melhores dias na vida de muitos fãs de automobilismo. Mesmo sem o espanhol vencendo, a briga pelo triunfo animou a qualquer pessoa que se pegou acompanhando a prova. 
 
No fim das contas, Takuma Sato, outro ex-F1, bateu Helio Castroneves para conquistar a vitória da 101ª Indy 500.
 
TÉO JOSÉ ACERTA PALPITE VENCEDOR DA INDY 500: ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube