Indy

Askew escapa e vence grande primeira corrida da Indy Lights em Austin. Kohl recebe toque na largada e é 8º

Oliver Askew fugiu do pelotão em uma frenética corrida 1 da Indy Lights no Circuito das Américas. Com ultrapassagem na última volta, Rinu VeeKay foi segundo, enquanto Lucas Kohl recebeu um toque na largada do companheiro de equipe e ficou em oitavo

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
Oliver Askew venceu, com extrema tranquilidade, a primeira corrida da rodada dupla da Indy Lights em Austin neste sábado (23). O americano largou bem e não demorou muito para se livrar do resto do pelotão. Em uma corrida frenética, Askew parecia em outra dimensão, marchando tranquilo para a vitória com a Andretti.

Rinus VeeKay fez uma grande corrida de recuperação. Em meio aos vários duelos, o holandês levou vantagem em quase todos eles e, com direito a uma ultrapassagem na última volta, chegou em segundo, com Robert Megennis em terceiro.

Um encontrão entre dois pilotos jogou Julien Falchero para quarto, enquanto Ryan Norman caiu para quinto e Toby Sowery, que chegou a andar em segundo, despencou para sexto. 

Após tocar no próprio companheiro na largada, Zachary Claman DeMelo foi o sétimo, enquanto Lucas Kohl, que ficou rodado na primeira curva, foi oitavo. Dalton Kellett e David Malukas, com problemas, fecharam o pelotão.
Oliver Askew venceu fácil a corrida 1 em Austin (Foto: Indy Lights)
Confira como foi a corrida 1 da Indy Lights

A Indy Lights começou sua primeira corrida às 14h44 (em Brasília). E o início foi péssimo para o único brasileiro do grid. Lucas Kohl até saiu bem, mas foi atingido em cheio pelo companheiro de Belardi Zachary Claman DeMelo, que veio por dentro e tocou o gaúcho.
 
Kohl rodou logo na primeira curva e já ficou 25s atrás dos ponteiros, com a prova completamente comprometida. Claman DeMelo se deu um pouco menos pior e ficou perto do pelotão.
 

Lá na frente, Oliver Askew saiu bem e conseguiu defender bem a dianteira, enquanto Toby Sowery acertou na veia a largada e pulou de quarto para segundo. Rinus VeeKay também fez bom movimento e subiu de sexto para quarto, atrás de Robert Megennis e na frente de David Malukas e Ryan Norman, que saiu muito mal.

Apesar de voltas iniciais comportadas, o terceiro giro teve bastante troca de tinta entre os ponteiros e Malukas levando a pior e sendo obrigado a ir aos boxes. Sem ritmo, Dalton Kellett não demorou até ser alcançado por Claman DeMelo e Kohl, enquanto Julien Falchero passava Norman para ir ao top-5.

A corrida pegava fogo no início, muito superior ao que foi a rodada dupla em St. Pete e dando bom sinal do que poderemos esperar da Indy. Com bom ritmo, a Andretti de Megennis buscou a Pelfrey de Sowery e o segundo lugar foi para o americano do #27. Os três primeiros andavam bem próximos, com o mesmo acontecendo do quarto ao sexto.
Rinus VeeKay fez grande corrida de recuperação (Foto: Indy Lights)
Com VeeKay ficando um pouco para trás e sendo bem atacado por Falchero e Norman, e Askew escapando na frente, a disputa pelo segundo lugar virou quase um duelo. E Sowery e Megennis foram se ultrapassando em sequência entre as voltas 10 e 13.

Quando Megennis finalmente abria mais de 1s para Sowery e já via VeeKay colar no adversário, Norman surpreendeu Falchero e ganhou a quinta posição, mas tinha ainda 5s para tirar para entrar na briga pelo segundo lugar.

Sowery foi apresentando um desgaste maior e virou presa fácil para VeeKay, que já entrava na zona de pódio. Com Askew em outra realidade, os cinco que vinham atrás ficavam separados por meros 5s.

Veio a última volta e o piloto holandês mostrou que foi quem mais guardou para o final. Rinus partiu para cima de Megennis e não tomou conhecimento do americano, pulando para segundo, impressionantes 22s atrás de Askew. Logo atrás, Norman e Sowery se estranharam e o quarto lugar caiu no colo de Falchero, com Norman ainda na frente de Toby.