Barrichello aceitaria voltar à Indy para disputar 500 Milhas de Indianápolis, afirma Kanaan

Segundo o piloto baiano, Rubens Barrichello aceitaria retornar à Indy para disputar as 500 Milhas caso seja convidado por uma equipe competitiva. Apesar disso, o brasileiro agora precisa conciliar os trabalhos com a Stock Car e a cobertura da F1

Blog do Victor Martins: Barrichello vira comentarista e fará 'pit walk' na F1

A história de Rubens Barrichello na Indy pode ainda não ter terminado. De acordo com Tony Kanaan, que está testando nesta terça-feira (12), em Barber, o ex-piloto da F1 não só considera disputar as 500 Milhas de Indianápolis, como também negociou para participar da abertura do campeonato, em São Petersburgo, mas acabou desistindo da ideia devido ao conflito entre a Globo – para quem vai participar da cobertura da F1 – e a Band, emissora oficial da categoria norte-americana.

“Eu estive com ele neste fim de semana e ele estava tentando correr em São Petersburgo, mas agora ele está cheio de compromissos com a Stock Car e também vai trabalhar na cobertura da F1”, revelou o piloto baiano. “Acho que a emissora de TV não vai deixá-lo correr na Indy no Brasil porque há conflito entre as redes”, declarou o piloto, descartando a participação do amigo em São Paulo.

Rubens Barrichello e Tony Kanaan são amigos fora das pistas (Foto: IndyCar/LAT USA)

Embora haja este problema entre as emissoras, Kanaan afirmou que Barrichello negociaria a liberação caso tivesse uma boa oportunidade na Indy. “Eu diria que se você perguntar a Rubens, ele aceitaria rapidamente. Vamos ver. Se ele tiver a oportunidade, acho que ele negociaria com o pessoal da televisão para que pudesse correr”, acrescentou.

Barrichello disputou a Indy no ano passado, depois de ser dispensado pela Williams na F1. O brasileiro teve um ano de altos e baixos e muito aprendizado, terminando com a 12ª colocação na tabela de pontos, com o quarto lugar em Sonoma como melhor resultado. Para 2013, ele deixou a equipe KV e buscou vaga em equipes da Honda, mas com a necessidade de levar patrocínio acabou optando por competir na Stock Car, onde recebe salário para competir.

Se as tentativas de disputar a temporada 2013 e a etapa de São Petersburgo não deram certo, Barrichello ainda tem mais uma chance de aparecer na categoria americana: nas 500 Milhas de Indianápolis. Ainda assim, Kanaan alertou que o compatriota só aceitaria correr na tradicional prova caso tenha chances de brigar pela vitória.

“Se ele tiver um carro competitivo, ele aceitaria. Mas se você chamá-lo apenas para completar o grid, então ele não vai nem atender ao telefone. Por esta equipe, a KV, acho que ele correria por minha causa e por já ter estado aqui”, afirmou.

O piloto baiano admitiu, por fim, que sente a falta do amigo na categoria. “Seria ótimo vê-lo de volta. Eu sou um pouco responsável por ele ter vindo à Indy, então posso dizer que vou sentir falta dele com certeza”, lastimou.

Para disputar as 500 Milhas de Indianápolis, marcadas para o fim do mês de maio, Barrichello precisaria perder a etapa das ruas de Salvador da Stock Car, que acontece no dia 19 de maio.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube