carregando
Indy

Bourdais bate, mas garante melhor tempo do TL2 em Portland. Newgarden é 5º

O segundo treino livre do GP de Portland teve Sébastien Bourdais roubando a cena nos minutos finais. Em pouco tempo, o francês fez a melhor marca e foi parar na barreira de pneus da curva 12, puxando a única bandeira vermelha do dia

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
Sébastien Bourdais resolveu roubar as atenções no segundo treino livre da Indy em Portland. Em poucos segundos, o francês cravou a melhor marca da sessão e, na sequência, foi parar na barreira de pneus, encerrando a sexta-feira (30).

Bourdais virou 57s921, comprovando que o dia foi mesmo da Honda, mas a Chevrolet conseguiu cortar bastante a distância. Will Power apareceu na segunda colocação, enquanto Josef Newgarden voltou a cercar os líderes sem fazer muita força em quinto.

Felix Rosenqvist foi terceiro, na frente de um Colton Herta que parece mesmo muito rápido. Após liderar o TL1, o americano se colocou no quarto lugar com a Harding. Os rivais diretos de Newgarden foram um pouco piores, com Alexander Rossi em sexto, Simon Pagenaud em sétimo e Scott Dixon no 11º lugar.

O top-10 do TL2 ainda teve Jack Harvey, James Hinchcliffe e Takuma Sato, fechando em sete Honda e três Chevrolet. Matheus Leist ficou em 16º, enquanto Tony Kanaan andou em 23º. O TL3 está marcado para 15h (em Brasília) neste sábado, enquanto a classificação começa apenas 19h.
Sébastien Bourdais liderou em Portland (Foto: IndyCar)
Saiba como foi o TL2 em Portland
 
O segundo treino livre da Indy no GP de Portland começou pontualmente às 18h40 (em Brasília). Diferentemente do TL1, já teve piloto virando relativamente rápido nos primeiros minutos, com Jack Harvey registrando 1min01s312 em uma pista que ficava bem movimentada desde cedo, e logo melhorando para 59s085 e, depois, para 58s523, enquanto os demais apenas aqueciam para depois.
 
Após os primeiros 10 minutos de monólogo de Harvey, a atividade foi ficando bastante animada e Santino Ferrucci e Matheus Leist foram os dois pilotos que conseguiram logo tirar Harvey da frente, com o americano já virando em 58s337.
Felix Rosenqvist voltou a andar muito bem (Foto: Indycar)
Os tempos logo foram caindo para bem perto do que foi visto no TL1 e, mais uma vez, era Felix Rosenqvist quem puxava a fila ali pela metade da sessão, virando 58s060 e na frente do líder da primeira sessão Colton Herta e de Josef Newgarden. Alexander Rossi era quinto, também perto.
 
Parecia que estava tudo sob controle para Rosenqvist, mas ainda dava tempo de um esforço final em meio a uma sessão que, pelo menos na ponta, foi bastante desanimada. Will Power foi o primeiro do TL2 a romper a barreira dos 58s, cravando 57s950.
 
 
O cronômetro baixava dos três minutos na regressiva e Sébastien Bourdais tomava conta do show. Primeiro, o francês fez a melhor volta em 57s921, mas logo tocou na curva 12 e puxou uma bandeira vermelha que encerrou as atividades do dia. Bastante bizarro.

Indy 2019, GP de Portland, TL2:

1 S BOURDAIS Dale Coyne Honda 57.921   12
2 W POWER Penske Chevrolet 57.950 +0.029 15
3 F ROSENQVIST Ganassi Honda 58.060 +0.139 20
4 C HERTA Harding Honda 58.085 +0.164 14
5 J NEWGARDEN Penske Chevrolet 58.097 +0.176 17
6 A ROSSI Andretti Honda 58.210 +0.289 13
7 S PAGENAUD Penske Chevrolet 58.221 +0.300 11
8 J HARVEY Meyer Shank Honda 58.249 +0.328 22
9 J HINCHCLIFFE SPM Honda 58.279 +0.358 13
10 T SATO RLL Honda 58.286 +0.365 15
11 S DIXON Ganassi Honda 58.308 +0.387 13
12 S FERRUCCI Dale Coyne Honda 58.337 +0.416 15
13 M ANDRETTI Andretti Honda 58.362 +0.441 14
14 Z VEACH Andretti Honda 58.444 +0.523 17
15 S PIGOT Carpenter Chevrolet 58.461 +0.540 17
16 M LEIST Foyt Chevrolet 58.466 +0.545 17
17 R HUNTER-REAY Andretti Honda 58.524 +0.603 12
18 G RAHAL RLL Honda 58.606 +0.685 17
19 E JONES Carpenter Chevrolet 58.618 +0.697 17
20 M CHILTON Carlin Chevrolet 58.638 +0.717 14
21 C DALY SPM Honda 58.711 +0.790 15
22 C KIMBALL Carlin Chevrolet 58.829 +0.908 17
23 T KANAAN Foyt Chevrolet 58.840 +0.919 12
 
 
 

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.