Castroneves celebra pódio, mas questiona relargada de Power em São Petersburgo: “Manobra estranha”

Helio Castroneves se preparava para duelar pela liderança com Will Power, mas na primeira relargada da prova, australiano freou de maneira brusca quando conduzia o pelotão e irritou vários pilotos – entre eles, o brasileiro: "Precisei frear para não bater"


Helio Castroneves começou bem a temporada 2014 da Indy. Depois do vice-campeonato em 2013, o brasileiro iniciou o ano à frente de seu algoz, Scott Dixon, e conseguiu um bom terceiro lugar no GP de São Petersburgo, neste domingo (30).
 
Mesmo tendo largado apenas em décimo, Helinho fez valer o bom desempenho de sua Penske e protagonizou várias ultrapassagens, chegando a se aproximar de seu companheiro de equipe Will Power para iniciar um duelo pela primeira posição.
 
Em seguida, contudo, uma bandeira amarela e a polêmica relargada com o australiano no comando do pelotão acabaram por arruinar as ambições do piloto do carro #3.
Helio Castroneves antes da corrida (Foto: IndyCar)

“Estava empenhado em brigar pela liderança com o Power na relargada, mas ele fez uma manobra um pouco estranha e eu precisei frear para não bater”, disse Castroneves.

 
Apesar disso, no entanto, o piloto, otimista como sempre, considerou boa sua classificação final em St. Pete. “Estou contente com o resultado aqui em São Petersburgo porque é sempre muito positivo começar a temporada no pódio. Foi um bom início”, concluiu.
 
Helinho deixa a costa oeste da Flórida como terceiro colocado na pontuação geral da Indy. A próxima etapa ocorre em Long Beach, em 13 de abril.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube