Castroneves diz que direção da Indy acertou ao interromper 1º treino livre para "evitar acidente mais grave"

Atrás dos líderes na segunda sessão de treinos livres em Baltimore, Hélio Castroneves contou que teve problemas durante a sessão e precisou deixar o treino antes do final

Apenas 12º colocado no segundo treino livre para o GP de Baltimore, Hélio Castroneves revelou que teve um problema com os freios de sua Penske durante a atividade e confirmou que optou por abandonar a sessão para não causar mais problemas no carro.

"O que um dia interessante para a pista e para o carro. Tivemos um pequeno problema com os freios, que descobrimos no final da sessão e, por isso, decidimos parar para que não termos problemas depois”, afirmou.

Castroneves se diz ansioso para treinos do sábado (01) (Foto: IndyCar/LAT USA)

O piloto reclamou muito dos problemas na pista e lamentou não ter cumprido a programação eleborada pela Penske. "Foi uma pena o que aconteceu hoje aqui em Baltimore. Esses problemas da pista já deveriam ter sido sanados, mas infelizmente a programação de testes não pôde ser cumprida como a gente esperava, pois o tempo de pista foi muito curto”, contou.

“Por outro lado, foi uma decisão acertada interromper o primeiro treino livre para evitar um acidente mais grave, principalmente quando os carros saíam com as quatro rodas do chão na área dos trilhos”, explicou. “A ideia da chicane improvisada com pneus acabou funcionando, hoje à noite o pessoal da organização vai trabalhar nisso e espero que amanhã a gente consiga ter um dia normal de trabalho", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube