Castroneves estraga festa da Honda e crava pole para GP de Long Beach. Pagenaud larga em último

Helio Castroneves foi perfeito no Fast Six e cravou a pole-position para o GP de Long Beach. Único da Chevrolet na fase derradeira da classificação, o brasileiro bateu Scott Dixon por quase 0s2 e acabou com o jejum de posições de honra na categoria. Tony Kanaan larga em 11º e Simon Pagenaud sai em último

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

O equilíbrio visto no terceiro treino livre se manteve em boa parte da classificação para o GP de Long Beach. Neste sábado (8), os detalhes definiram todas as fases da sessão, mas não o Fast Six. Dominante, Helio Castroneves não deu sopa para o azar e mostrou que Penske e Chevrolet estão vivas, cravando a pole com 1min06s225. 

O brasileiro estragou totalmente um cenário que parecia perfeito para a Honda, que tinha cinco carros na fase derradeira da classificação. Assim, os japoneses terão de se contentar com Scott Dixon, Ryan Hunter-Reay, James Hinchcliffe, Alexander Rossi e Graham Rahal largando logo atrás de Helio.

Castroneves, aliás, encerrou um jejum de quase um ano sem anotar uma pole. A última do paulista havia sido justamente em Long Beach, palco da terceira etapa da temporada 2016. Esta foi a terceira seguida dele na pista californiana e quarta em sua carreira no traçado, chegando a 48 na categoria, apenas uma atrás de Bobby Unser, o terceiro piloto com mais poles na Indy.

A classificação que parecia estar no jeito para Simon Pagenaud acabou se transformando em um pesadelo para o atual campeão. O francês andou muito no segundo grupo da primeira fase e quebrou o recorde da pista, mas suas duas melhores voltas foram anuladas por interferências claras e, desta forma, Pagenaud despencou para último no grid da corrida deste domingo.

Charlie Kimball teve um bom dia e garantiu a sétima posição no grid, seguido por Josef Newgarden, Will Power e Marco Andretti, beneficiado direto com a punição a Pagenaud na primeira fase.

Tony Kanaan não conseguiu avançar ao Fast Six, mas larga em 11º, um considerável avanço para quem penou para participar do TL3 com problemas elétricos. Atrás dele larga o atual líder do campeonato Sébastien Bourdais, que parece ter tirado tudo de sua Dale Coyne.

Helio Castroneves acabou com a farra da Honda e cravou a pole em Long Beach (Foto: IndyCar)

Confira como foi a definição do grid de largada:

A sessão que definiu o grid de largada para o GP de Long Beach começou pontualmente às 19h30 (em Brasília). No primeiro grupo estavam: Josef Newgarden, James Hinchcliffe, Conor Daly, Graham Rahal, Ed Jones, Spencer Pigot, JR Hildebrand, Ryan Hunter-Reay, Charlie Kimball e Alexander Rossi.

 
Logo de cara, Jones, Daly e Pigot optaram pelos pneus mais macios, tomando de assalto as primeiras colocações. Jones puxava a fila com 1min08s2.
 
Com pouco mais de quatro minutos para o fim do grupo, todos já estavam com os compostos vermelhos e Daly tirava o primeiro lugar de Jones, andando bem próximo do tempo do rival. 
 
Já nos instantes finais, a liderança foi trocando de mãos sequencialmente. Newgarden rompeu a barreira de 1min08s, mas logo foi batido por Rossi, que alcançou 1min07s4. 
 
Três pilotos tiveram uma última volta muito parecida. Hunter-Reay assumiu a liderança com 1min07s018, batendo Newgarden por 0s04 e Rossi por 0s08. Rahal ficou em quarto, enquanto Hinch e Kimball, que se enroscaram, fecharam o grupo dos classificados para a segunda fase. Jones, Hildebrand, Daly e Pigot ficaram pelo caminho.
Alexander Rossi foi um dos destaques do primeiro grupo (Foto: IndyCar)

Pagenaud é punido por interferência e cai no Grupo 2

O segundo grupo teve início pontualmente às 19h45. Nele estavam: Simon Pagenaud, Helio Castroneves, Mikhail Aleshin, Max Chilton, Scott Dixon, Tony Kanaan, Will Power, Carlos Muñoz, Sébastien Bourdais, Takuma Sato e Marco Andretti.
 
Aleshin foi o único dos 11 a começar com os pneus mais macios e, por isso, teve um início forte, com a segunda melhor marca em 1min07s7, 0s003 atrás do líder Power, que já impressionava com os compostos duros.
 
Os últimos três minutos chegaram e junto deles veio o pelotão todo calçado com pneus vermelhos. Kanaan foi primeiro para a ponta e, depois de ter sido superado por Andretti e Aleshin, recuperou a dianteira com 1min07s1.
 
No último minuto, os tempos caíram ainda mais. Power virou líder com uma tremenda volta em 1min06s734, seguido por Dixon, Kanaan, Andretti e Bourdais. Mas ainda deu tempo de Pagenaud pular para frente virando 1min06s503 e Castroneves, no sufoco, tirar Andretti do grupo dos classificados. 
 
Entretanto, como sempre pode acontecer na Indy, teve punição já com o cronômetro zerado. Pagenaud, por interferência, perdeu as duas melhoras voltas e despencou para último no grid, fazendo com que Andretti avançasse ao lado de Power, Dixon, Kanaan, Bourdais e Castroneves. Muñoz, Aleshin, Sato, Chilton e o atual campeão já formavam parte da segunda metade do grid.
Simon Pagenaud andou muito no segundo grupo, mas foi punido e larga em último (Foto: IndyCar)

Dixon bate Rossi por menos de 0s001 e lidera segunda fase

A segunda fase da classificação teve início às 20h05 e Castroneves, o primeiro a colocar os pneus macios, tomava o protagonismo para si com 1min07s6 e, depois, 1min07s064. 
 
Os demais se aproximavam do brasileiro mesmo com os compostos pretos, mas Castroneves seguia melhorando sua marca até baixar para 1min06s834. Com pouco menos de quatro minutos para o fim, era hora dos demais apostarem nos pneus macios.
 
O fim da festa para Helio parecia vir já no apagar das luzes, quando o brasileiro foi superado sequencialmente por Power, Rossi, Dixon, Newgarden e Rahal. No entanto, Castroneves ainda tinha gás para um giro em 1min06s4 e se meteu em segundo, atrás de Dixon.
 
A primeira posição da segunda fase acabou decidida nos mínimos detalhes, assim como havia sido no TL3. Mais uma vez, Dixon bateu uma Andretti por menos de 0s001, agora a de Rossi. Hunter-Reay, superado pelo neozelandês no outro treino, também avançou ao Fast Six em sexto, junto com Rahal, Hinchcliffe e Castroneves.
 
Kimball, Newgarden, Power, Andretti, Kanaan e Bourdais ficaram pelo caminho, formando o grid do sétimo ao 12º, respectivamente.
Scott Dixon andou bem em todos os treinos livres (Foto: IndyCar)

Castroneves estraga festa da Honda e é pole

Se as demais fases foram com emoção, o Fast Six foi bem mais morno. No entanto, o resultado não deixou de ser surpreendente. Ilhado em meio a cinco carros da Honda, Castroneves tomou o controle da sessão rapidamente e já foi logo virando 1min06s225, um tempo de respeito.

E era tão boa a marca do brasileiro que os demais não chegaram nem a incomodar. Dixon foi quem passou mais perto, mas ficou quase 0s2 distante do piloto da Penske. Perto dele surgia, mais uma vez, Hunter-Reay, o terceiro.

Hinchcliffe ficou com a quarta posição, superando ainda Rossi, um dos fortes candidatos ao posto de pole, mas que acabou sendo apenas mais rápido que Rahal no Fast Six.

Indy, GP de Long Beach, Grid de Largada:

1 3 HELIO CASTRONEVES BRA PENSKE CHEVROLET 1:06.225  
2 9 SCOTT DIXON NZL GANASSI HONDA 1:06.412 +0.187
3 28 RYAN HUNTER-REAY EUA ANDRETTI HONDA 1:06.440 +0.215
4 5 JAMES HINCHCLIFFE CAN SCHMIDT PETERSON HONDA 1:06.529 +0.304
5 98 ALEXANDER ROSSI EUA ANDRETTI HONDA 1:06.559 +0.334
6 15 GRAHAM RAHAL EUA RLL HONDA 1:06.756 +0.531
7 83 CHARLIE KIMBALL EUA GANASSI HONDA 1:06.540 +0.315
8 2 JOSEF NEWGARDEN EUA PENSKE CHEVROLET 1:06.607 +0.382
9 12 WILL POWER AUS PENSKE CHEVROLET 1:06.614 +0.389
10 27 MARCO ANDRETTI EUA ANDRETTI HONDA 1:06.622 +0.397
11 10 TONY KANAAN BRA GANASSI HONDA 1:06.626 +0.401
12 18 SÉBASTIEN BOURDAIS FRA DALE COYNE HONDA 1:06.785 +0.560
13 19 ED JONES ING DALE COYNE HONDA 1:07.583 +1.358
14 14 CARLOS MUÑOZ COL FOYT CHEVROLET 1:07.378 +1.153
15 21 JR HILDEBRAND EUA CARPENTER CHEVROLET 1:07.693 +1.468
16 7 MIKHAIL ALESHIN RUS SCHMIDT PETERSON HONDA 1:07.389 +1.164
17 4 CONOR DALY EUA FOYT CHEVROLET 1:07.797 +1.572
18 26 TAKUMA SATO JAP ANDRETTI HONDA 1:07.469 +1.244
19 20 SPENCER PIGOT EUA CARPENTER CHEVROLET 1:07.844 +1.619
20 8 MAX CHILTON ING GANASSI HONDA 1:07.533 +1.308
21 1 SIMON PAGENAUD FRA PENSKE CHEVROLET 1:08.043 +1.818

 
 

PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube