Castroneves hesita em bandeira verde, sofre acidente em Pocono e fica com chances remotas de ser campeão

Helio Castroneves teve problemas em uma relargada nas 500 Milhas de Pocono, sofreu um acidente e, assim, deu praticamente adeus à luta pelo título. O brasileiro reclamou da falta de comunicação, afirmando que não sabia a hora que a bandeira verde seria acionada

Helio Castroneves não conseguiu terminar as 500 Milhas de Pocono. Neste domingo (23), o brasileiro da Penske teve problemas em uma relargada, perdeu o controle do carro e deu no muro, sendo ultrapassado por Will Power na classificação geral e ficando ainda mais distante do líder Juan Pablo Montoya.
 
O paulista afirmou que houve problemas na comunicação e que ele e outros pilotos não souberam a hora de reacelerar para a relargada, o que causou o tumulto anterior ao seu acidente.
 
“Eles estavam nos pits dizendo que íamos para a verde, mas nós estávamos tipo 'nós vamos mesmo?' Roger também estava em dúvida, e assim que veio a verde, todos estavam poupando combustível”, disse.
Helio Castroneves não conseguiu completar as 500 Milhas de Pocono (Foto: IndyCar)
Castroneves comentou que não fez o aquecimento correto dos pneus e, assim, foi direto para o muro, desperdiçando chance de conquistar bons pontos.
 
“Eu estava do lado de fora e acho que não aqueci muito bem os pneus. De repente, perdi a traseira e fui. É uma pena, porque tínhamos um carro muito rápido”, completou o piloto da Penske.
 
Castroneves ocupa a quinta colocação e já anotou 423 pontos. O brasileiro tem 77 a menos que o companheiro de equipe e líder Montoya.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube