Castroneves valoriza 3º lugar na classificação final da Indy e enche Penske de elogios: “Equipe dos sonhos”

Helio Castroneves não chegou a brigar pelo título da Indy em 2016, mas não se incomoda por isso. O triunfo “merecido” de Simon Pagenaud e o ótimo campeonato da Penske servem para felicitar o piloto brasileiro

Helio Castroneves não foi capaz de acompanhar Simon Pagenaud ao longo da temporada 2016 da Indy. O francês se isolou na liderança, enquanto o brasileiro tropeçava, sem conseguir pontuações incríveis. Ao fim do campeonato, o brasileiro ainda levou o terceiro lugar na classificação final, enquanto o colega assegurava o título neste domingo (18), em Sonoma. O resultado, combinado com o dos companheiros Pagenaud e Will Power, forma uma trinca da Penske. Para Castroneves, os resultados são consequência direta do esforço da “equipe dos sonhos”.
 
“Parabéns ao Simon. Foi merecido, inquestionável ao longo da temporada inteira, e agora é um campeão. É uma honra trabalhar com um cara desses, um cara muito legal. O Will também, o Montoya… O grupo inteiro foi uma equipe dos sonhos, e hoje foi uma prova disso”, exaltou Castroneves.
Helio Castroneves (Foto: IndyCar)
Apesar da boa forma ao longo das sessões em Sonoma, Helio não fez a melhor das corridas. A estratégia não funcionou muito bem, privando o brasileiro até do pódio.
 
“Óbvio, estávamos em busca da vitória. Não queríamos essa posição. Dava para ter sido segundo, terceiro, quarto, mas queríamos a vitória”, seguiu.
 
“O carro estava tão bom, principalmente nas freadas. Sabe quando se sente ‘ah, eu vou para cima, não me importo’? Eu cometi alguns erros com o Josef mas, claro, não queria nos deixar em uma situação ruim. Mesmo terminando mais atrás, ainda deu para ser terceiro no campeonato. E ano que vem vamos voltar mais fortes do que nunca”, finalizou.
PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube