Indy

Chuva não para, e organização da Indy decide cancelar atividades na pista de Toronto neste sábado

Forte chuva e incidentes ainda na volta de apresentação causaram o adiamento da primeira corrida da etapa de Toronto da Indy. A organização definiu tempo depois que a prova vai ser realizada na manhã de domingo
Warm Up / GABRIEL CURTY, de Ubatuba
 Indy tentou fazer largada com chuva (Foto: AP)
 A cobertura completa do GP de Toronto no GRANDE PRÊMIO
 As imagens deste sábado da Indy em Toronto
icone_TV  Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

A espera foi longa: foram quase 3 horas até que o momento em que a largada estava programada para a primeira corrida do fim de semana em Toronto. A chuva ia e vinha em diferentes intensidades, e por três vezes, a direção de prova tentou fazer com o que os carros andassem. Mas a visibilidade nula e uma série de incidentes — até mesmo com o safety-car — levaram à decisão do cancelamento das atividades deste sábado (19).

Primeiramente, a Indy imaginou que conseguiria fazer a largada parada na pista molhada de Toronto. Após as primeiras voltas de aquecimento, percebeu-se que seria impossível, acionando a bandeira vermelha. Na segunda tentativa, foi o safety-car guiado por Arie Luyendyk que conseguiu a proeza de rodar e quase bater na forte freada da curva 3; segundos depois, Will Power acabou rodando e batendo de leve na curva que leva à reta de largada. E quando os carros alinhavam para uma nova saída dos apertados pits, a chuva voltou forte.
Chove forte em Toronto (Foto: AP)
Num exercício grande de paciência, a organização da categoria esperou até onde podia, considerando também a questão da luz natural na cidade canadense. Chegaram a anunciar a diminuição da prova das originais 90 voltas para 65 ou no máximo 1h30min de duração. Mas quando era cerca de 19h15 (de Brasília), veio o anúncio do encerramento das atividades.

Tempo depois, a nova programação foi anunciada: a prova deste sábado vai ser realizada na manhã deste domingo, a partir das 11h30 (de Brasília), com base no resultado da classificação — isto é, tudo que aconteceu em pista sob bandeira amarela, incluindo o incidente de Will Power que o derrubou na ordem, está anulado.  
 
O horário da segunda prova foi alterado em 20 minutos. Agora, a corrida, com largada parada, acontece às 17h15 e a tomada de tempos que definiria seu grid vai dar lugar à posição dos pilotos na classificação do campeonato. As duas provas terão duração de ou 65 voltas ou 80 minutos — aquele que vier primeiro.

Pilotos e equipes torcem para que as condições meteorológicas melhorem, mas a previsão aponta que o domingo todo deve ter chuva desde as primeiras horas.