Herta lamenta domingo “miserável” em Mid-Ohio. Hinchcliffe explica acidente

Colton Herta sofreu com estratégias erradas e caiu de 2º para 13º no GP de Mid-Ohio. James Hinchcliffe e Ryan Hunter-Reay deram pontos de vista sobre o acidente da primeira volta

James Hinchcliffe tocou Ryan Hunter-Reay na largada do GP de Mid-Ohio (Vídeo: NBC)

A Andretti saiu com saldo negativo do GP de Mid-Ohio, disputado no último domingo (4). Mesmo com quatro carros largando no top-5, o melhor resultado da equipe saiu das mãos de Alexander Rossi, que foi apenas o quinto colocado da corrida vencida por Josef Newgarden, da Penske.

Colton Herta, que largou do segundo lugar, sofreu com problemas de estratégia e terminou a prova apenas na 13ª colocação. Com o resultado, o dono do carro #26 fica 124 pontos atrás de Álex Palou na briga pelo título.

“Foi um dia miserável como um todo. Tudo que poderia dar errado, deu. Não foi nosso dia. Vamos tentar entender o que deu errado e seguir os esforços”, comentou Herta.

Alexander Rossi foi o melhor piloto da Andretti em Mid-Ohio (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Meyer Shank divulga pintura azul para carro de Castroneves no GP de Nashville

O quinto lugar em Mid-Ohio foi o melhor resultado de Alexander Rossi na temporada. Vencedor desta prova em 2018, o californiano acredita que teria chances de brigar por algo maior se tivesse passado por Scott Dixon, que fechou a prova em quarto.

“Foi um dia OK. Gostaria de ter passado Scott e andado de cara para o evento, mas foi um dia sólido. Acho que carregamos um momento bom antes da pausa e já estou contando os dias para Nashville”, disse o piloto.

A equipe também saiu prejudicada logo na primeira volta por um acidente entre os companheiros James Hinchcliffe e Ryan Hunter-Reay. O canadense fechou a prova em 17º, enquanto o campeão de 2012 foi 24º, duas voltas atrás do líder Newgarden. Ryan afirmou que era apenas vítima da situação.

“Tivemos uma boa largada, ganhamos uma posição na curva 1, e aí fui tocado e parei no muro. Passamos o resto do dia duas voltas atrás. Não sei o que poderia ter feito, fui apenas vítima da situação”, comentou Hunter-Reay

“Difícil de engolir. A posição de pista importa muito aqui, e perdemos tudo na primeira volta. Estou bem triste por isso e por envolver Ryan, mas é coisa de corrida. Fizemos o que poderíamos. Queríamos mais, mas vamos abaixar a cabeça para Nashville em algumas semanas”, disse Hinchcliffe.

Indy retorna no dia 8 de agosto com a edição inaugural do GP de Nashville.

GP às 10: Mid-Ohio vira última chance para entrar no bonde do títuio

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar