Indy

Com 123 partes diferentes, Chevrolet apresenta kit aerodinâmico prometendo rapidez nas curvas e altas velocidades

A Chevrolet foi a primeira montadora da Indy a lançar seu pacote aerodinâmico para a temporada 2015 da Indy. As configurações deixaram os carros mais parrudos e prometem dar mais velocidades nas curvas e retas. Nos treinos, a montadora usou uma solução semelhante à da Red Bull na F1: um carro camuflado

Warm Up / VICTOR MARTINS, de São Paulo
A Chevrolet apresentou nesta terça-feira (17) durante o Media Day em Indianápolis a sua versão da maior inovação que os carros da IndyCar vão levar em muitos anos. Como parte das novas regras, as montadoras que estão na categoria — a outra é a Honda — desenvolveram kits aerodinâmicos, que são diferentes para os circuitos de rua/mistos e ovais curtos, e os superovais — como o do Speedway.
 
A fabricante de carros afirmou que focou seu pacote em um “equilíbrio de downforce e arrasto, com uma performance integrada do motor”. No total, são 123 partes diferentes, contando com as duas configurações.
Chevrolet apresenta kits aerodinâmicos para a temporada 2015 da Indy (Foto: IndyCar)
Para os circuitos de rua/mistos, as partes mais visíveis são as asinhas que ficam nas extremidades da asa dianteira, uma nova proteção para os pneus traseiros, amortecedores traseiros mais largos, uma asa traseira com mais elementos e uma nova cobertura do motor e elementos nas laterais com formas mais compactas.

Estas partes, segundo Berube, “vão fornecer aos pilotos da Chevrolet a capacidade de entrar e sair das curvas mais rápido, além de manter velocidades mais altas nas retas”.
 
As principais equipes parceiras da Chevrolet são a Penske e a Ganassi.
 
Estiveram presentes Jim Campbell – vice-presidente de performance de veículos e esporte a motor nos EUA –, Mark Kent – diretor da Chevrolet Racing – e Chris Berube – gerente do programa da Chevrolet na Indy. O campeonato da Indy começa em 29 de setembro em São Petersburgo, depois que a corrida em Brasília foi cancelada.

Red Bull style

Durante a apresentação das imagens de preparação da Chevrolet, uma delas chamou a atenção pela solução adotada nos treinos em pista: um carro com pintura camuflada, no estilo que a Red Bull usou na F1 durante os primeiros treinos coletivos em Jerez de la Frontera. 
Chevrolet testou aerokits com pintura camuflada no DW12 (Foto: Divulgação)