Indy

Com Chilton nas 24 Horas de Le Mans, Piquet assume vaga da Carlin e faz estreia na Indy Lights neste fim de semana

Nelsinho Piquet vai correr na Indy Lights neste fim de semana em Toronto, substituindo o titular da equipe Carlin, o inglês Max Chilton. Será sua estreia em um evento sancionado pela IndyCar
Warm Up / RENAN DO COUTO, de São Paulo
 Nelsinho Piquet (Foto: Reprodução/Twitter)
Nelsinho Piquet vai estrear na Indy Lights, categoria de acesso à Indy, neste fim de semana em Toronto. O brasileiro substituirá o inglês Max Chilton na equipe Carlin.
 
Chilton, ex-Marussia na F1, fica de fora desta etapa porque tem compromisso com a Nissan nas 24 Horas de Le Mans.
 
Assim, Piquet, que tem dito como gosta de andar em diferentes categorias e experimentar diferentes carros, poderá adicionar mais um no currículo. Só neste ano, ele já guiou na Stock Car e no Global RallyCross, além de liderar o campeonato da F-E a duas corridas do final.
 
“Estou muito empolgado em estrear na Indy Lights com a Carlin. Em mais de 20 anos de carreira, tive a oportunidade de guiar os mais diferentes carros de corrida e esta será uma experiência nova para mim. Gosto muito de pilotar monopostos, mas ainda não tinha acontecido em uma categoria da América do Norte, então Toronto vai ser muito bacana. Mal posso esperar para sentar no carro e ver o que podemos fazer", declarou Nelsinho.
Nelsinho Piquet (Foto: Reprodução/Twitter)
As etapas da Indy Lights são disputadas em formato de rodada dupla. Deste modo, Nelsinho terá os treinos de sexta para se adaptar ao carro e à pista, fará classificação e uma corrida no sábado e outra corrida no domingo.

"Na ausência do Max, nossa meta era outro piloto forte para empurrar o time para a frente. Sabemos que, a despeito de não ter experiência na Indy Lights, Nelson vai forçar o máximo desde o início, e é isso que buscamos no fim de semana", disse Trevor Carlin, dono da equipe. "Conhecemos o Nelson como adversário desde 2004, quando conquistou a F3 Inglesa. Ele mostrou na F-E que é um mestre de circuitos de rua."

Será a primeira participação de Nelsinho em um evento sancionado pela IndyCar.

Seu pai, o tricampeão da F1 Nelson Piquet, chegou a disputar uma edição das 500 Milhas de Indianápolis, em 1993, largando na quinta fila e abandonando com problemas no motor. Um ano antes, ele sofreu um gravíssimo acidente no superoval durante os treinos para a corrida.