Indy

Dale Coyne volta atrás e confirma Claman DeMelo na vaga de Fittipaldi nas 500 Milhas de Indianápolis

Após ter sido praticamente descartado pelo chefe da equipe, Zachary Claman DeMelo foi confirmado pela Dale Coyne na vaga do lesionado Pietro Fittipaldi na Indy 500 de 2018
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Zachary Claman de Melo (Foto: Richard Dowdy/Indy)

A Dale Coyne finalmente decidiu quem vai substituir Pietro Fittipaldi, que quebrou as duas pernas num acidente na estreia do Mundial de Endurance. Na semana da definição do grid de largada da Indy 500, o time confirmou o antes descartado Zachary Claman DeMelo no comando do #19 na principal corrida do calendário. O anúncio foi feito oficialmente nesta terça-feira (15).
 
Claman DeMelo completou 20 anos recentemente e nunca teve um retrospecto muito chamativo nos ovais. Até por isso, a opção da Dale Coyne de concentrar em Pietro as corridas nesse tipo de pista. O canadense praticamente tinha sido descartado pelo dono do time na semana passada, mas acabou confirmado após fazer também o GP de Indianápolis - que estava no cronograma de Fittipaldi.
 
Aliás, foi no traçado misto do Indianapolis Motor Speedway que Zachary buscou seu melhor resultado até aqui na Indy, um 12º lugar. Enquanto isso, seu companheiro Sébastien Bourdais foi quarto e se manteve bem firme na luta pelo título.
Zachary Claman DeMelo está na Indy 500 2018 (Foto: Indycar/Divulgação)

"Estou muito ansioso para dar minhas primeiras voltas com o #19 no oval de Indianápolis. É uma pista icônica e eu sou um cara extremamente sortudo por ter a oportunidade de guiar lá. Claro, é uma infelicidade grande isso acontecer por causa do acidente do Pietro, mas eu sei quão sortudo eu sou por ter essa chance. Quero agradecer ao Dale Coyne por me dar essa oportunidade. Não vejo a hora de terminar o programa de orientação de novato na pista", disse.
 
Claman DeMelo ainda não impressionou na Indy. O canadense aparece em 21º com uma corrida a menos que os rivais e 49 pontos anotados. Zachary ainda busca o primeiro top-10, mas não está tão longe assim de Matheus Leist e da dupla da Carlin na classificação do campeonato. 
 
A Dale Coyne teve uma performance absurda na Indy 500 do ano passado. Apesar de ter ficado marcada pelo gravíssimo acidente de Bourdais na classificação, a equipe tinha um verdadeiro foguete para seus pilotos. Ed Jones, aliás, chegou em terceiro na corrida, seu melhor resultado até hoje na categoria. E Bourdais tinha tudo para ser pole não fosse a pancada.

A edição 2018 tem tudo para ser histórica para a Dale Coyne. Além dos titulares #18 e #19 de Bourdais e Claman DeMelo, o time também vai com Pippa Mann e Conor Daly para a corrida em parcerias.