Diretor da McLaren revela tentativa de acordo com Montoya para Indy 500 de 2018

Zak Brown revelou que o desejo de assinar com o colombiano para a tradicional corrida da Indy vem de muito tempo, mas que não havia dado certo antes por questões contratuais

Zak Brown revelou ter tentado assinar com Juan Pablo Montoya para as 500 Milhas de Indianápolis de 2018. O diretor-esportivo da McLaren afirmou, entretanto, que o acordo não aconteceu por conta de questões contratuais.

No final do último ano, a esquadra de Woking anunciou o colombiano para a edição de 2021 da tradicional corrida da Indy. Com isso, Montoya retorna ao grid da categoria norte-americana pela primeira vez desde 2017, quando correu as duas etapas de Indianápolis.

Essa vai ser a sexta aparição de Juan Pablo na Indy 500. O piloto de 45 anos conta com duas vitórias na prova, a primeira vindo em sua estreia em 2000 com a Ganassi. Sua pior posição foi uma 33ª colocação em 2016.

A McLaren tinham um desejo antigo por Montoya na Indy 500 (Foto: Divulgação)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Tentei trazer Juan Pablo para correr conosco em 2018, mas estava sob contrato e não foi liberado para correr [disputava a SportsCar pela Acura Penske]. Então, na nossa segunda tentativa, já que não estava mais com contrato, conseguimos garantir seus trabalhos”, explicou.

“Sempre fomos fãs de Juan Pablo Montoya e acredito que todos são. É provavelmente um dos pilotos com mais talento natural que já vimos. Obviamente tem uma grande história com a McLaren. Tem um tremendo sucesso na Indy 500 em todas as corridas que fez, vencendo duas”, pontuou.

“Já pilotou para mim na United Autosports, em Le Mans alguns anos atrás [2018], então tive a chance de correr trabalhar com ele. Sempre fomos amigos, quando pensamos em colocar um terceiro carro – já temos dois jovens, menos experientes pilotos, queríamos alguém com mais experiência, com nome que poderia vencer a prova e tinha a história da McLaren. E aqui está um desses caras”, concluiu.

A McLaren e Montoya já tem história de longa data. O piloto defendeu a equipe de Woking na Fórmula 1, mas a relação rapidamente azedou e resultou na saída do colombiano no meio da temporada 2006. Depois disso, não voltou mais ao grid da categoria em que venceu seis vezes.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube