Dixon celebra “carro excelente” e coloca companheiros de Ganassi na luta por pole: “Acho que nós quatro brigaremos”

Scott Dixon dominou completamente a sexta-feira de treinos livres da Indy em Watkins Glen. O neozelandês cravou os melhores tempos no TL1 e no TL2

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Scott Dixon sobrou no primeiro dia de retorno da Indy em Watkins Glen. Nesta sexta-feira (2), o neozelandês mandou nas duas sessões de treinos livres. Elogiando muito a Ganassi, o especialista na pista acha que os companheiros também estarão na briga.

 
Dixon comentou as mudanças que melhoraram muito a pista de Watkins Glen e afirmou que vê tempos ainda mais baixos na classificação.
 
"A pista mudou muito em relação à última vez que estivemos aqui. Tinham muito mais curvas de baixa, agora é tudo extremamente rápido. Hoje andamos mais de 5s abaixo do recorde anterior e amanhã espero que isso vá para mais de 6s abaixo com os pneus vermelhos na classificação", disse.
Scott Dixon em Watkins Glen (Foto: IndyCar)
O piloto neozelandês elogiou muito o acerto da Ganassi e falou que espera ser pressionado pelos companheiros de equipe nos próximos dias.
 
"O carro estava excelente, tivemos uma ótima vantagem no TL1. No segundo, fomos muito bem também. Ainda enfrentamos tráfego, usamos pouco os pneus e, mesmo assim, fomos velozes. Acho que amanhã será bom assim. Todas as Ganassi vêm fortes. Sei que Tony teve problemas e, mesmo assim, foi o quarto. A mesma coisa para Max e Charlie, estarão no meu ritmo", completou.
 
Dixon vem na sexta posição na temporada 2016 da Indy. O neozelandês tem 397 pontos anotados, 19 a menos que o companheiro Tony Kanaan.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube