Indy

Dixon celebra pódio em Iowa e agradece Ganassi em “noite sem ritmo”

Scott Dixon tinha um ritmo de corrida péssimo, mas foi beneficiado pelo acidente de Ed Carpenter e fechou com um impressionante segundo lugar em Iowa. O neozelandês detalhou a falta de ritmo do carro e agradeceu a Ganassi pelo resultado

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Scott Dixon teve uma corrida complicada em Iowa, mas foi beneficiado por uma bandeira amarela na reta final da prova e terminou em um impressionante segundo lugar, mesmo não mostrando um ritmo de corrida forte em boa parte da etapa no oval curto.
 
Dixon comentou sobre os problemas no carro. Após largar em oitavo, foi superado facilmente por vários oponentes e chegou a ficar uma volta atrás do líder, mas a boa estratégia da Ganassi e o acidente de Ed Carpenter o colocaram no pelotão da frente, o que quase garantiu uma vitória, já que o pentacampeão tinha pneus novos e um ritmo insano nas voltas finais.
 
"Foi uma daquelas noites em que não tivemos ritmo. Gastamos os pneus rapidamente. Tentamos ajustar o balanço. Estava muito solto no início, e na segunda parte tive problemas com a parte dianteira. Dou crédito para o time, me seguraram bastante antes da última amarela e nos mantiveram na volta da liderança. Tive sorte, coloquei novos pneus. Éramos os primeiros com novos pneus, fizemos uma boa relargada, mas o Josef abriu muita vantagem na frente", comentou em entrevista ao site norte-americano ‘Motorsport.com’.
Scott Dixon (Foto: Indycar)
Com o segundo pódio consecutivo, Dixon se manteve 98 pontos atrás do líder Newgarden, com cinco corridas restantes para o fim da temporada. A próxima etapa da Indy acontece em Mid-Ohio, circuito no qual venceu cinco vezes. O neozelandês agradeceu a Ganassi pelo resultado surpreendente em Iowa.
 
"No geral, considerando o jeito que a corrida aconteceu, estaria feliz de ficar em 14º ou 15º, acho que foi bastante estelar. Foi uma daquelas noites, só posso agradecer ao time pelo que fizeram. Não tive o carro perfeito em nenhum momento neste fim de semana, eu sinto que fizemos alguns avanços no último treino, mas aquilo foi bizarro, não mudamos muitos", completou.
 
Paddockast #25
Bênçãos e Maldições da Fórmula E


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.