Dixon derrota Kimball e puxa top-6 todo da Honda no primeiro treino livre para etapa do Texas. Kanaan é 9º

Scott Dixon apareceu no finalzinho para derrotar o companheiro de Ganassi Charlie Kimball e fechar o primeiro treino livre no Texas na liderança. Em sessão dominada totalmente pela Honda, Tony Kanaan foi nono e Helio Castroneves completou em 13º

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Scott Dixon é um piloto incrível. Ainda em recuperação do grave acidente sofrido na Indy 500, o neozelandês andou muito forte e derrotou o companheiro de Ganassi Charlie Kimball no apagar das luzes para ficar com a dianteira do primeiro treino livre da Indy no Texas. Nesta sexta-feira (9), o veterano virou 23s203, 0s163 mais veloz que o norte-americano.

A sessão foi completamente dominada pela Honda, que mais uma vez parece chegar com força em oval. A montadora japonesa teve controle absoluto do top-6, com Alexander Rossi, Graham Rahal, Marco Andretti e Takuma Sato fechando o grupo atrás das duas Ganassi.

Ed Carpenter voltou a fazer um ótimo treinamento e, novamente, foi o melhor representante da Chevrolet em uma atividade. Will Power veio logo depois, em oitavo, enquanto Tony Kanaan e Josef Newgarden completaram o top-10.

Helio Castroneves passou boa parte do TL1 perto do top-5, mas os tempos foram caindo no fim e o brasileiro fechou apenas na 13ª colocação. A classificação acontece ainda nesta sexta-feira, a partir das 17h15 (em Brasília).

Scott Dixon liderou o TL1 no Texas (Foto: IndyCar)

Confira como foi o primeiro treino livre no Texas:

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O primeiro treino livre da Indy no Texas demorou, mas começou às 14h55 (em Brasília). Já com a pista totalmente seca e com a chuva deixando de assombrar o oval, os pilotos foram rapidamente atrás de bons tempos.

 
Alexander Rossi foi quem iniciou o treino se destacando e mostrando que a Andretti tende a incomodar mais uma vez. O americano virou 23s423, seguido bem de perto pelos compatriotas Graham Rahal e JR Hildebrand. Impressionava o equilíbrio, com 19 carros no mesmo segundo em cerca de 15 minutos de sessão.
 
A primeira bandeira amarela do dia veio pela tradicional inspeção de pista, mas a verde rapidamente foi acionada de novo, com pouco mais de 40 minutos para o fim do TL1.
Charlie Kimball foi o segundo mais veloz (Foto: IndyCar)
A atividade entrava em seus 30 minutos finais com Rossi e Rahal ainda nas primeiras posições. Scott Dixon andava no mesmo décimo dos americanos, enquanto Charlie Kimball e Simon Pagenaud vinham atrás. Helio Castroneves e Tony Kanaan também já entravam no top-10. Foi aí que veio a segunda amarela, também para inspeção.

Foi a bandeira verde voltar para Takuma Sato começar a escalar o pelotão até chegar em quinto e, logo depois, Kimball surpreender e se meter na primeira posição, virando 23s404 e puxando um momentâneo 1-2-3-4-5 da Honda.

Os cinco minutos finais foram frenéticos, com Kanaan, Will Power e Ed Carpenter crescendo bastante, mas não conseguindo furar o top-5. Na frente, Dixon derrubava o companheiro Kimball virando 23s203 e assumindo a dianteira. Ainda deu tempo de Marco Andretti se meter na festa dos colegas de Honda e colocar os japoneses no comando do top-6.

Indy, GP do Texas, TL1:

1 9 Scott DIXON NZL Ganassi Honda 23.203   37
2 83 Charlie KIMBALL EUA Ganassi Honda 23.366 +0.163 51
3 98 Alexander ROSSI EUA Andretti Honda 23.423 +0.220 47
4 15 Graham RAHAL EUA RLL Honda 23.439 +0.236 45
5 27 Marco ANDRETTI EUA Andretti Honda 23.455 +0.252 31
6 26 Takuma SATO JAP Andretti Honda 23.475 +0.272 39
7 20 Ed CARPENTER EUA Carpenter Chevrolet 23.476 +0.273 40
8 12 Will POWER AUS Penske Chevrolet 23.483 +0.280 45
9 10 Tony KANAAN BRA Ganassi Honda 23.488 +0.285 43
10 2 Josef NEWGARDEN EUA Penske Chevrolet 23.492 +0.289 31
11 7 Mikhail ALESHIN RUS Schmidt Peterson Honda 23.513 +0.310 46
12 1 Simon PAGENAUD FRA Penske Chevrolet 23.536 +0.333 28
13 3 Helio CASTRONEVES BRA Penske Chevrolet 23.557 +0.354 41
14 8 Max CHILTON ING Ganassi Honda 23.561 +0.358 42
15 21 JR HILDEBRAND EUA Carpenter Chevrolet 23.569 +0.366 44
16 18 Tristan VAUTIER FRA Dale Coyne Honda 23.655 +0.452 41
17 28 Ryan HUNTER-REAY EUA Andretti Honda 23.669 +0.466 46
18 14 Carlos MUÑOZ COL Foyt Chevrolet 23.691 +0.488 40
19 19 Ed JONES ING Dale Coyne Honda 23.697 +0.494 51
20 5 James HINCHCLIFFE CAN Schmidt Peterson Honda 23.757 +0.554 42
21 88 Gabby CHAVES COL Harding Chevrolet 23.959 +0.756 44
22 4 Conor DALY EUA Foyt Chevrolet 23.993 +0.790 60
 
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube