Indy

Dixon reclama de introdução de kits aerodinâmicos “bem desnecessários”: “As corridas eram bem melhores antes”

Scott Dixon não é nada fã dos kits aerodinâmicos da Indy. Para o neozelandês, a categoria deveria investir em outras áreas, já que os kits, em sua opinião, pioraram as corridas especialmente em mistos e circuitos de rua

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
É bem verdade que Scott Dixon foi o campeão da temporada 2015. Mesmo assim, o neozelandês não é um dos maiores fãs dos novos kits aerodinâmicos. Dixon fez críticas à interferência do equipamento especialmente nas provas em circuitos mistos e de rua.
 
Dixon não acha que a introdução dos kits era algo importante para a Indy. O piloto da Ganassi criticou os efeitos do equipamento em circuitos mistos e de rua.
 
"Para mim, os kits eram bem desnecessários. Em algumas áreas, penso que tornou as corridas um pouco piores. O ar sujo nos carros que perseguiam ficou muito pior, isso tornou bem complicada a aproximação em circuitos mistos e de rua. Ainda temos corridas fantásticas, mas acho que eram melhores anos atrás", disse.
Scott Dixon reclamou da introdução dos kits aerodinâmicos (Foto: AP)
Segundo o neozelandês, os kits aerodinâmicos prejudicaram as grandes disputas e, assim, interferiram na principal característica da Indy.
 
"O que a Indy verdadeiramente precisa é de disputas acirradas, corridas fantásticas. Esta é a sua marca, a diversidade de pilotos, nacionalidades e as disputas extraordinárias. Os kits não conseguem ajudar nesse ponto, poderiam investir mais pesado em outras coisas", falou.
 
O veterano não parece ter aprovado a liberação da Indy para que a Honda mexesse em mais pontos de seus kits para 2016 e acredita que isso só aconteceu basicamente para manter os japoneses na categoria.
 
"É uma situação complicada. Eu tenho a impressão que foi muito mais como uma ferramenta de barganha. Se olharmos calmamente para a temporada, Honda e Chevy estavam bem equilibradas. Nas últimas seis corridas, a Honda ganhou quatro, então não sei até que ponto isso deveria ser feito", completou.
 
Dixon é o atual campeão da categoria. Em 2015, venceu de forma improvável o campeonato, empatando em 556 pontos com Juan Pablo Montoya.