Dixon testa primeiro protótipo do aeroscreen da Indy em simulador da Dallara

Pentacampeão da Indy, Scott Dixon foi o primeiro piloto a testar o protótipo do aeroscreen no simulador. Neozelandês comentou que não sentiu problemas de visibilidade com projeto da peça e destacou o avanço da tecnologia na categoria

Scott Dixon testou o protótipo do aeroscreen da Indy em um simulador no centro de pesquisa da Dallara, na última terça-feira (2). Seis semanas após o anúncio da introdução da tecnologia, em parceria com a Red Bull, o pentacampeão foi convidado para testar o dispositivo que protegerá o cockpit a partir da temporada 2020.

 
A peça é feita de titânio e foi montada em três pontos ao redor do cockpit. A simulação envolveu voltas virtuais em circuitos presentes no calendário da Indy, como Texas, Iowa, Alabama e Long Beach, além de 20 voltas no oval de Indianápolis.
 
"Acho que a tecnologia avança rápido no nosso esporte, e acho que a Indy sempre esteve à frente das adições para segurança. Estou muito feliz por testar e ajudar os pilotos em áreas que podem ser desafiadoras", declarou Dixon.
Scott Dixon testou o aeroscreen (Foto: Indycar)
A primeira simulação ainda não contou com a tela laminada de policarbonato, apenas com a parte construída por titânio. O pentacampeão afirmou que não teve problemas de visibilidade no primeiro teste.
 
"Muito parecido com o AFP [dispositivo utilizado na Indy 500], então foi tudo muito bom. Acho que cada passo saiu muito bem. Não é apenas jogar coisas na parede e ver o que gruda. Muito já foi provado antes, e essa participação no simulador cobre várias bases do que veremos em 30 ou 60 dias com a primeira geração do aeroscreen", declarou.
 
A próxima corrida da Indy acontece no dia 14 de julho, em Toronto. Faltam sete provas para o fim da temporada 2019. Dixon é o quarto colocado na classificação.

Paddockast #23
Lágimas em Le Mans

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube