Eliminado da disputa das 500 Milhas de Indianápolis, Jourdain não esconde tristeza: "É muito difícil"

Mexicano havia participado das 500 Milhas de Indianápolis, em 2012, pela equipe de Bobby Rahal, mas não conseguiu repetir o feito em 2013. Desapontado, piloto revelou que tentou usar acertos de Jakes e Rahal, mas não conseguiu performance suficiente para classificar

 
Michel Jourdain Jr fracassou. O mexicano, inscrito no terceiro carro da Rahal Letterman Lanigan para a disputa das 500 Milhas de Indianápolis, não conseguiu a sonhada classificação para a disputa da prova, que ocorre no próximo dia 26.
 
 
No Bump Day desta tarde, o piloto esteve sempre muito abaixo das expectativas. Com média de 217 mph – equivalente a 349,23 km/h –, Jourdain sequer ameaçou conquistar uma das posições de largada e acabou sendo o único eliminado do dia. 
Jourdain não conseguiu vaga nas 500 Milhas de Indianápolis (Foto: Carsten Horst/Grande Prêmio)
Nem mesmo Graham Rahal, que andou com o carro #17, foi capaz de corrigir o acerto do carro do mexicano, que assinou contrato com a RLL apenas para a disputa da Indy 500.
 
Michel evidenciou sua decepção. "É muito difícil, porque os caras tentaram muito, nós lutamos demais", lamentou. "Em alguns dias, me senti um pouco melhor, mas nunca estivemos realmente lá." 
 
"Nesta manhã, tentamos o acerto do James Jakes e era impossível pilotar. Então tentamos o setup de Graham [Rahal], mas me senti exatamente da mesma forma e não pudemos continuar, estava exatamente a mesma coisa." 
 
"Mudamos tudo enquanto tínhamos tempo, mas continuava a mesma coisa, e não pudemos levar adiante", completou o triste mexicano.
 
Em 2012, Jourdain conseguiu vaga para a prova, pela mesma equipe com a qual tentou a classificação no Bump Day. Largando do 22º posto, não conseguiu ir além da 19ª posição final. Desta vez, o sonho acabou ainda mais cedo.
 
A RLL, portanto, disputa as 500 Milhas de Indianápolis com sua dupla habitual. Jakes parte em 20º, enquanto Rahal larga em 26º.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube