Em Indianápolis, RLL oficializa contratação de Graham Rahal para temporada de 2013

Finalmente competindo pela equipe de seu pai, Graham Rahal fechou um contrato de vários anos com o time após passar duas temporadas na Ganassi sem se destacar

A partir da próxima temporada, mais uma equipe terá pai e filho trabalhando juntos na Indy. É a Rahal Letterman Lanigan, chefiada por Bobby Rahal, que confirmou Graham Rahal como piloto a partir da temporada de 2013. Graham, que tem 24 anos, disputou as duas últimas temporadas pela Ganassi, mas foi informado em agosto que não manteria seu lugar no time após o encerramento do campeonato deste ano.

O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (14), em Indianápolis, onde fica a base da equipe. Para Rahal, o acordo significa não só uma nova casa, mas também deixar de responder uma pergunta que sempre foi muito frequente: “Por toda a minha vida me perguntaram quando eu pilotaria para a equipe do meu pai”.

Bobby e Graham Rahal ao lado dos outros donos da equipe, David Letterman e Mike Lanigan (Foto: Twitter/Curt Cavin)

Bobby Rahal disse que, antes de contratar seu filho para sua equipe, acreditava que era preciso que ele passasse por outros times. “Senti que seria melhor para ele passar por essa experiência e acho que valeu. Ele é um piloto muito melhor por causa disso. Ficou mais maturo, pois não estava lidando com a família, estava lidando com profissionais que tinham expectativas”, disse Rahal-pai. “Acho que agora é a hora certa. Agora é a hora de perceber o tremendo potencial que ele tem”, completou. Antes da Ganassi, Graham competiu também pela Newman/Haas/Lanigan e pela Sarah Fisher Racing.

O Rahal-filho destacou o mesmo ponto. “Achamos que agora é a hora certa porque, acima de tudo, eu corri para outras equipes por um longo tempo, fui parte de diferentes organizações e construi o meu próprio nome no esporte. Mas preciso levar isso para o próximo nível e a equipe do meu pai pode me ajudar a fazer isso”, declarou Graham. “Também é o que os nossos patrocinadores queriam, eles acham que este time tem um bom potencial de marketing e media para ele”, finalizou o piloto.

Nos dois campeonatos que disputou com a Ganassi, em 2011 e 2012, ele terminou, respectivamente, na nona e na décima colocações. Em 32 corridas, ele terminou sete vezes no top-10. A temporada de 2013 será a sua sexta na Indy.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube